terça-feira, 25 de outubro de 2011

Depoimentos - Quarta semana de julgamento


Na quarta semana do julgamento de Conrad Murray, houve audiências na quarta-feira (19/10), quinta-feira (20/10) e sexta-feira (21/10). Apenas uma pessoa depôs: Steven Shafer, a última testemunha da promotoria. Confira!

Fontes: Twitter Jackson_Legacy, Twitter abc7MurrayTrial, Twitter MJNABrasil, Twitter MJBeats, The Essential



Steven Shafer continua o seu depoimento, interrompido na terceira semana de julgamento. Ele é especialista em Propofol e já publicou mais de 160 artigos sobre anestesia. Shafer mostra um vídeo que explica como usar o Propofol corretamente. Cenas silenciosas de sala de operações, onde pode-se ver uma série de dispositivos de monitoramento. É necessário garantir a organização do espaço em que se vai aplicar o Propofol. Em seguida, verifica-se o oxigênio. O Propofol é considerado uma droga hipnótica. "Tudo é organizado para que o paciente possa ser recuperado num piscar de olhos", diz Shafer. É dever do médico orientar o paciente a não comer antes da anestesia. Antes de quaisquer procedimentos, é necessária uma avaliação no paciente e um consentimento por escrito, informando de todos os riscos. Depois de preparar o indivíduo para a cirurgia, pausa é feita para uma verificação final de tudo o que irá ocorrer no interesse do paciente. O anestesista deve manter um gráfico de tudo o que ocorre quando as drogas são administradas, e anotar os sinais vitais a cada 5 minutos. "A vida do paciente depende da quantidade de drogas que são especificadas durante o procedimento", revela o especialista. Em caso de parada respiratória, a equipe de médicos dá oxigênio para os pulmões; em caso de vômito, o hospital tem o equipamento adequado para sugar imediatamente, evitando engasgar; em caso de parada cardíada, é chamada ajuda. Várias pessoas trabalham ao mesmo tempo para salvar o paciente, se algo der errado. Padrões de cuidado também se aplicam mesmo se a dose de Propofol é de apenas 25 mg, quantidade que Conrad Murray diz ter dado a MJ. "Tem que se preparar para o pior cenário possível. Você tem que assumir que o paciente vai estar no limite de sensibilidade", disse Steven Shafer. Segundo ele, pequenas violações no padrão de atendimento ao paciente são comuns, mas violações flagrantes, como é o caso de Murray, nunca deveriam acontecer. Um resultado catastrófico é esperado. Shafer diz que, provavelmente, Michael morreu por constrição das vias aéreas - a sua língua caiu para o fundo da garganta. "Quando Murray voltou ao quarto depois de ter se afastado por 2 minutos, MJ ainda poderia ser salvo", contou. Mais uma vez, é dito que os equipamentos usados pelo cardiologista eram inadequados. Se fossem apropriados, Michael estaria vivo hoje. É uma violação grave aos padrões de atendimento médico não ter todos os medicamentos necessários em caso de emergência. "É inacreditável que, depois de tanto tempo de cuidados, Murray não tenha feito nenhum registro", disse Shafer. Registrar tudo que se faz com um paciente não é opcional, é LEI. Todo paciente tem o direito de ter esses registros. O especialista em Propofol ainda diz que a relação entre Conrad Murray e Michael Jackson parecia de um empregador e empregado, e não médico e paciente. "Murray não agiu como um médico. Se MJ disse que queria dormir com Propofol, ele deveria ter tentado tratar seu distúrbio do sono. A obrigação dos médicos é colocar o paciente em primeiro lugar e fazer o que é melhor para eles. Isso também pode significar dizer 'não', às vezes. Quando Murray deixou o quarto ele abandonou o paciente. Em 25 anos fazendo anestesia, eu nunca fiz isso. Se era preciso, eu teria chamado um colega para me substituir. Ficar ao telefone e deixar o paciente sozinho é uma violação grave. Não é possível observar se ele está respirando sem os equipamentos necessários. Deixar de chamar ambulância para chamar o segurança é completamente e totalmente indesculpável. Fazer boca-a-boca também é considerado uma grave violação nesse caso. Murray levantou as pernas de MJ - o que foi um desperdício de tempo, pois fazemos isso quando é necessário mais sangue no coração. Michael precisava apenas de oxigênio nos pulmões. Esconder informações e mentir para paramédicos e médicos na UCLA também é imperdoável. O fato de Murray dizer que testemunhou a parada induziu ao erro da emergêcia. O médico é obrigado a dizer tudo o que sabe, nada menos que a verdade é aceitável", depôs Steven Shafer. Ele ainda fala que "a escolha dos medicamentos combinados sugere que não há entendimento por parte de Murray sobre as drogas que estavam sendo usadas". Shafer declara que seria 'impossível' Michael ter ingerido ou injetado em si mesmo o Propofol após acordar da anestesia. Ingerir Propofol, de acordo com estudos, não causaria consequências notáveis. Ele diz que doses muito maiores foram administradas naquela noite, e não apenas o que Murray falou após a morte do cantor. Pode-se estimar que foram 40mg de Lorazepam, enquando Conrad Murray disse ter dado apenas 4mg, e 100mg de Propofol, enquanto o cardiologista disse ter dado apenas 25mg. E não termina por aí: as últimas 3 doses de Propofol podem ter sido administradas quando o Rei do Pop já estava morto. Shafer explica que, com um gotejamento de infusão que começou às 09h30, o oxigênio teria completamente parado de ir aos pulmões de MJ ao meio-dia. "É isso que eu acho que aconteceu", disse. "Murray é diretamente responsável pela morte de Michael Jackson, mesmo se ele tivesse engolido ou auto-injetado a droga".


Steven Shafer diz que Conrad Murray realizou 17 violações ao padrão de atendimento médico:

Falta de equipamentos para vias aéreas;
Falta de aparelhos de sucção;
Falta de bomba de infusão;
Falta de oximetro de pulso com alarme;
Falta do manguito de pressão arterial;
Falta de aparelho eletrocardiograma;
Falta de canografia;
Falta de gráficos;
Incapacidade em manter uma relação médico-paciente;
Falta de um consentimento por escrito;
Falta de observação contínua do estado mental;
Falta de monitorização contínua;
Falha ao chamar 911;
Não mencionar ter usado propofol aos paramédicos e no hospital;
Falta de medicamentos de emergência;
Administração de vários medicamentos de uma só vez;
Falta de documentação / histórico do paciente.



© 2010/2011 – MJJ FC – Os direitos autorais do texto pertencem só e exclusivamente a seu autor. É unicamente dever do autor garantir a integridade do mesmo.

17 comentários:

  1. O cara fez tudo errado! Juntou a incompetência com o medo de perder o emprego, e olha no que deu! Michael queria dormir e ele queria muito dinheiro. Com essa intenção, ele não pensou duas vezes e "realizou 17 violações ao padrão de atendimento médico", tirando assim a vida do Rei. Filho da p...!!!

    Quero ver qual o embasamento das testemunhas dessa semana.

    JUSTIÇA PARA MICHAEL!!!
    CADEIA PARA MURRAY!!!

    ResponderExcluir
  2. Diante de tudo o que foi dito no decorrer dessas quatro semanas, acho que esse "medicozinho" não tem escapatória. Salvo se não houver justiça.

    O depoimento de Steven Shafer, a meu ver, é decisivo para a condenação de CM. Aliás, todos que depuseram deram a sua grande contribuição para deixá-lo atrás das grades (se houvesse grades!)

    JUSTIÇA PARA MICHAEL!!!
    CADEIA PARA MURRAY!!!

    ResponderExcluir
  3. Esse ganancioso fez uma lambuzeira geral! Como pode um médico agir assim com tanta irresponsabilidade??? 17 violações! Não foi uma nem duas... foram 17!!! Mike não poderia sobreviver.

    A saída do infeliz é que Michael pedia leitinho. E se ele pedisse veneno ele iria dar?

    Tomara que já termine esse julgamento. Fico imaginando o que essas criaturas, que estão depondo nessa semana estão falando em defesa desse criminoso. Não estou lendo nada. Fico esperando que Felipe poste aqui. Acho muito melhor.

    Mais uma vez obrigada pela postagem.

    JUSTIÇA PARA MICHAEL!!!
    CADEIA PARA MURRAY!!!

    ResponderExcluir
  4. A saída do infeliz é que Michael pedia leitinho. E se ele pedisse veneno ele iria dar?

    Eu Sinceramente n creio besse vicio de Michael as vezes penso q Murray foipostolá uma missão sevreta, n sei vcs me entem....

    ResponderExcluir
  5. Não me canso de admirar sua dedicação em nos manter atualizados sobre esse julgamento. Muitíssimo obrigada Felipe! Não fosse você as informações viriam soltas.

    Essa foi a última testemunha da promotoria, certo? Pois fechou com chave de ouro. Provou de todas as formas, que o comportamento do inconsequente é digno de punição. Agora está nas mãos da justiça.

    Billie Jean, talvez ele tenha sido posto lá justo para fazer o que fez. Quem sabe? Mas não acredito nisso não. É que ele é irresponsável mesmo.

    JUSTIÇA PARA MICHAEL!!!
    CADEIA PARA MURRAY!!!

    ResponderExcluir
  6. Sereia

    Eu acredito que elepode ter assassinado Mchael propositalmente, não tanto pelas doses erradas de propofol(se é q ele aplicou mesmo propofol) mas pela falta de soccorro adequado a Mchael, foramuma sequencia de erros absurdos q n entra na minha cabeça q um medico com mais de 20 anos de profissaõ tenha cometido por simples descuido,mas em fim,é só um pensamento na verdade n sabemos a real do q aconteceu ali naquele dia.

    ResponderExcluir
  7. Felipe, mais uma vez obrigada pelo resumo da semana!
    Estou acompanhando só por aqui também e o testemunho de Steven Shafer foi excelente para a promotoria!
    Tudo que ele disse, só confirmou tudo o que já estávamos carecas de saber!
    Esse "medicozinho" é o responsável sim pela morte do fofo!
    Ele fez TUDO errado!
    Essa frase aí embaixo tem me acompanhado desde que tudo aconteceu...

    "Se MJ disse que queria dormir com Propofol, ele deveria ter tentado tratar seu distúrbio do sono. A obrigação dos médicos é colocar o paciente em primeiro lugar e fazer o que é melhor para eles. Isso também pode significar dizer 'não', às vezes."

    MJ 4ever
    I love MJ

    JUSTIÇA PARA MICHAEL!!!
    CADEIA PARA O "medicozinho"!!!

    ResponderExcluir
  8. Felipe saudades de vc, fofo!! E de todos aqui tb!

    Bom, nesse julgamento a única coisa mostrada desde o início foram muitos absurdos, controvérsias, sorrisinhos de todos e poses de alguns...e a AUSÊNCIA de Murray ali.
    Essa é minha opinião. É assim que vejo esse julgamento.


    DERMATOLOGISTA DE MICHAEL INSISTE: ‘EU NÃO TORNEI MICHAEL VICIADO EM ANALGÉSICOS `
    Dr. Arnold Klein, Michael Jacksons dermatologista, falou à imprensa hoje e recusou-se a comentários sobre recentes alegações sobre ele ser o pai dos filhos Jacksons. – Splash News
    Dermatologista de Michael Jackson negou que ele tornou o Rei do Pop viciado em analgésicos.
    Dr. Arnold Klein disse que não estava envolvido na morte de Jackson e chama de “lixo” as acusações.
    Advogados representando o Dr. Conrad Murray têm reclamado durante seu julgamento que Klein tem o cantor viciado em Demerol.
    Eles estão TENTANDO CONVENCER os jurados que Jackson era um viciado em drogas que causou sua própria morte por auto-administração de propofol e lorazepam.
    Falando pela primeira vez desde as acusações surgiram, o dermatologista disse que as sugestões são absurdas: “É mais do que perturbador para mim. É alarmante. Eu não fiz nada. Eu não estou envolvido nisso. MIKE NÃO ERA UM VICIADO EM DROGAS. ”
    Perguntado se ele achava Murray foi responsável pela morte de Jackson, Dr. Klein disse: ‘Não há dúvida. Você não pode entregar drogas quando você é incompetente. ”

    http://www.monstersandcritics.com/people/news/article_1672039.php/Jacko-s-dermatologist-insists-I-did-not-get-Michael-addicted-to-painkillers
    ........

    Claro que muitos vão dizer que o Dr. Arnold Klein quer tirar o dele da reta. E com certeza quer mesmo, mas que falou verdades, falou.

    Porque muitos ainda acreditam que Michael estava realmente viciado…tsc tsc tsc...
    Bom, cada um acredita naquilo que quiser, é claro.
    “Não é porque saiu no noticiário faz da notícia um fato.” MJ
    ...muitos acreditaram na câmera hiperbárica, nos ossos do homem elefante, no Michael doente, debilitado e na cadeira de rodas...e por ai vai...

    Michael sempre foi muito cuidadoso com sua saúde.
    Se ele estivesse precisando de algum remédio, o que é normal com qualquer pessoa, com certeza ele estaria sendo muito bem acompanhado. Como já foi divulgado, Michael entendia muito bem sobre remédios, e sempre foi cauteloso com a saúde.
    Eu não acredito mesmo, nesse Michael viciado em drogas lícitas que querem nos forçar a acreditar.
    Poderia até ser questionável e facilmente aceitável seee Michael não tivesse demonstrado tanto amor e cuidados com sua vida e de seus filhos, em todos os sentidos.

    bjssss amigos! ;)

    Michael...I love you more...L.O.V.E.
    Amor incondicional sempre!!!
    Te apoio em tudo meu Rei!!

    ResponderExcluir
  9. Estão falando muita coisa. Fico confusa e até acredito que esse dermatologista tenha ajudado o Mike a tomar Demerol. Aquela gravação que ele fez ele não está normal.

    L.O.V.E.

    ResponderExcluir
  10. Bel, você já viu alguns efeitos que colocam em áudios e que mudam totalmente o som, a voz e o jeito da fala?

    Estão dizendo que Michael teria dito aquela mensagem, aquele trecho, normalmente, e que se utilizaram de efeitos para mudar sua fala e voz, para dar a impressão que ele estive dopado. Acredito nisso. Porque não faz sentido, uma pessoa num estado daqueles que foi mostrado, falar algo com tanta coerência como Michael falou, e também não faz sentido o médico gravar apenas esse trecho.

    Se Michael estivesse realmente nesse estado que querem nos obrigar a acreditar, com certeza o médico teria gravado momentos de trechos com frases sem sentido, alucinados...e não o que nos foi mostrado.

    E porque mostraram a gravação e não apresentaram o laudo pericial para comprovação de veracidade do mesmo??

    Em julgamento, quando se apresentam provas, apresentam-se laudos também, para que não haja dúvidas quanto a autenticidade das provas.
    E porque não apresentaram nem do áudio nem das fotos??

    Disseram que a foto seria da autópsia. Não acredito mesmo. Uma porque não acredito na morte de Michael, outra porque não acredito que seria distribuido ao mundo a foto de uma autópsia sendo um fato real, e outra porque foto de autópsia é tirada do corpo estirado, de forma que fique tudo bem visível, braços,pernas e cabeça e a imagem deve ser limpa. O que vimos foi uma foto sem nitidez, muito mal tirada e montada, pois esqueceram até de colocar o umbigo, com a cabeça meio virada e um dos braços cobertos. Sem chances. Jamais!

    Duvido que se tudo isso fosse real, fosse sério, verdadeiro...iriam distribuir a foto de Michael dessa forma, a foto de uma autópsia como se fosse qualquer imagem, como se fosse figurinhas de super-heróis para álbuns de colecionadores infantis.
    Essa foto foi esfregada propositalmente na cara daqueles abutres esfomeados, que salivaram a gula que sempre tiveram em ver Michael acabado, morto.
    Vamos ver no que vai dar isso tudo. Hoje é pra ser o último dia do julgamento.
    Seja qual veredito for dado, nada abalará minhas convicções, porque elas se firmaram através de todos os absurdos mostrados e do comportamento estranhos de todos...desde aquele fatídico dia em que Michael foi obrigado a "partir".
    Essa é minha opinião.

    Bjsss.

    ResponderExcluir
  11. Maíra, você acha que os médicos legistas, que depuseram no julgamento sobre o trabalho realizado no CORPO de Michael, estão mentindo? Ou seja, todo mundo está mentindo sobre sua morte, em conivência com ele? Inclusive Murray, que está no banco dos réus?
    "...desde aquele fatídico dia em que Michael foi obrigado a "partir". Michael Jackson foi obrigado a partir??? Você fala isso com base em "mensagens subliminares"? Não seria mais lógico se basear em "fatos reais"?

    ResponderExcluir
  12. Não Guto, não falo isso com base em mensagens subliminares, tudo tem sua hora, tudo tem seu momento de viajar e de manter os pés no chão. Falo isso pelos absurdos todos que estou vendo.
    Falo isso porque posso duvidar do que antes era inquestionável e agora não é mais. O que antes mostravam e nos convenciam, hj já não é mais assim.
    Se é surreal acreditar que tudo isso seja mentira, é surreal também acreditar que tudo seja verdade.
    Hoje ainda continuamos engolindo os absurdos que nos enfiam goela abaixo, porque somos obrigados a isso, somos obrigados a fingir que acreditamos. Mas hoje não acreditamos tão cegamente em tudo. Não é porque tem o nome de justiça, e está lá para se fazer justiça, temos que acreditar nela.
    O que serão fatos reais hoje em dia??
    O que é verdade? E mentira?

    Tudo sempre foi manipulado, só que hoje isso se tornou visível.

    É minha opinião.

    Mas não acredito em nada do que estão mostrando.

    Amigo, peço que não se ofenda com o que vou falar, ok.
    Quero apenas comentar que por eu ver de forma diferente do habitual posso ser chamada de lunática ou cega, assim como todos os outros com a mesma visão também são chamados. Mas quem pode garantir que somos nós os loucos? Que somos nós os cegos?

    Bjsss

    ResponderExcluir
  13. Você deve partir do FATO de que MORRER não é um absurdo, garota. É a coisa mais NATURAL do mundo. Até para o Rei do Pop.
    Se, com base nos FATOS, formos tidos como loucos e cegos... tem ficção no ar. O que me dá essa certeza é o testemunho de uma série de autoridades, médicos, peritos, família, juízes, pessoal do hospital, empregados, seguranças, amigos, etc.
    Venha para a real!

    ResponderExcluir
  14. ok amigo, fique na sua real então. ;)
    Mas cuidado que vc poderá quebrar a cara, rsrs...

    Eu sei que morrer não é absurdo amigo, já perdi alguns entes queridos, sofri bastante mas aceitei a morte porque compreendo o processo da vida e morte.
    Um erro médico, também não seria um absurdo, se fosse mostrado um erro médico. Mas o que foi mostrado, não foi um erro médico e sim um "assassinato cruél e premeditado".
    E porque a justiça não viu assim?? E a familia também não??
    Se está tão nítido!!
    Amigo, vc sabia que testemunhas são pagas?
    Há vários julgamentos, onde as testemunhas são pagas para condenar um réu ou inocentá-lo.
    No julgamento de Michael mesmo, quantas testemunhas foram pagas para que ele fosse condenado. E nenhuma delas foi punida por injúria.
    Se a justiça pode compactuar com a corrupção, porque não poderia compactuar com uma causa nobre?
    Não é crime nas leis americanas a pessoa trocar de identidade no caso de ameaças de morte, então sendo assim, a justiça deve dar essa cobertura quando a pessoa é muito famosa e não teria como trocar a identidade, ou forjar a morte, sem ter todo o ritual de morte, enterro, e tb justiça e tal.
    Espere amigo, que muitas coisas ainda serão mostradas, é o que espero.
    Porque senão, ficará tudo como sempre foi, uns crentes e conformados com tudo que é mostrado na mídia mas sendo vistos como "lúcidos", outros descrentes por terem visto além e inconformados com tudo aquilo que lhes obrigam a engolir e ainda como se não bastasse, são vistos como loucos...e por aí vai.

    Acreditaria que o Rei do Pop realmente tivesse morrido, se tivessem falado apenas que ele havia tido uma parada cardíaca, ou que foi vítima de um erro médico, ou coisa parecida. E se a familia e principalmente os filhos e tb a justiça tivessem outro comportamento. Assim com tudo isso que estão mostrando desde o ínício, não acredito mesmo.


    bjsss.

    ResponderExcluir
  15. E tem mais...
    É claro que Murray deverá ser "condenado", porque deverá dar a impressão de justiça feita, ok?
    Mesmo se condenado, o máximo que ele ficará preso, será um ano.
    Se eu acreditasse nessa morte, já teria pirado com tamanha injustiça.

    bjsss

    ResponderExcluir
  16. "Mas o que foi mostrado, não foi um erro médico e sim um "assassinato cruél e premeditado".
    E porque a justiça não viu assim?? E a familia também não?? Se está tão nítido!!"
    Por que está havendo um julgamento, Maíra? Porque ele está sendo acusado de assassinato. Se foi premeditado, culposo, doloso, isso cabe à justiça decidir.

    Nada vai ser mostrado, diferente do que já está sendo, que mude o fato do Rei estar morto.
    Murray vai ser condenado porque MATOU Michael Jackson! As razões injustas de ele ficar pouco tempo na cadeia, já foram exaustivamente comentadas.
    Bjo grande, garota!

    ResponderExcluir
  17. É verdade amigo, me esqueço que estamos na real, onde o que conseguimos enxergar mesmo sendo leigos, a justiça precisa nos mostrar do jeito dela.
    É a vida. É a realidade.

    Você tem todo direito de ver as coisas como quiser, como achar mais coerente, assim como também tenho o meu.
    Não podemos impor nossas opiniões, nosso ponto de vista...e sim expor apenas. Isso é interação caso contrário é imposição.

    Esse trecho foi de hoje:

    MJNABrasil
    Walgren ao Dr. White: quanto você tem sido pago nesse caso? Recebi um cheque de 11.000 dólares.
    ...
    Terra:
    Dr. White ao promotor Walgren disse ter recebido US$ 11 mil para depor para a defesa
    ...

    Grana boa, né?
    Antes eu pensava que não se compravam depoimentos.




    Beijo grande pra vc tb, amigo!

    ResponderExcluir