quinta-feira, 29 de setembro de 2011

Filhos de Michael Jackson viram o pai morrer, diz segurança

Fonte: BBC Brasil


Testemunhando no julgamento do médico Conrad Murray por homicídio culposo, em Los Angeles, o segurança Faheem Muhammad disse que Paris e Prince estavam no quarto enquanto Murray, suando e muito nervoso, tentava ressuscitar o cantor.

Muhammad contou no tribunal que as crianças estavam em estado de choque e que a menina se deitou no chão, chorando. Momentos depois, de acordo com o segurança, o médico perguntou se alguém ali sabia técnicas de reanimação cardíaca.

O testemunho, no segundo dia do julgamento de Murray, buscava esclarecer as circunstâncias do dia em que Murray encontrou Jackson desacordado em junho de 2009. O médico, que nega as acusações, disse que o músico causou a sua própria morte. Se for considerado culpado, Murray pode ser condenado a quatro anos de prisão e a perder sua licença médica.




'Creme clareador'

Outra testemunha ouvida no segundo dia do julgamento foi o assistente pessoal do astro, Michael Amir Williams. Ele disse que na véspera de sua morte, Jackson conversou com fãs e participou de um ensaio.

Quando perguntado sobre como foi a performance do cantor, Williams respondeu: "Eu achei que foi a melhor coisa do mundo. Ele me disse que não se dedicava 100% nos ensaios, que era cerca de 40%, mas eu achei que foi incrível."

Segundo o assistente, eles voltaram para a mansão de Jackson, onde conversaram novamente com fãs. Williams disse que deu boa noite ao astro e, depois de falar com seguranças, voltou para casa. No dia seguinte, pouco após o meio-dia, Williams recebeu um telefonema do médico dizendo que o cantor "tinha tido uma reação ruim", mas quando chegou de volta à mansão, o corpo de Jackson já estava sendo colocado em uma ambulância.

O assistente disse ainda que, mais tarde, no hospital, Murray pediu para ser levado de volta à casa do astro para pegar um creme que, segundo o médico, Jackson não gostaria que chegasse ao conhecimento do público.

Especula-se que o creme mencionado fosse um creme clareador para a pele, usado no tratamento de vitiligo. O assistente disse que não levou o médico até a mansão por acreditar que a polícia não gostaria que ninguém voltasse ao local.



© 2010/2011 – MJJ FC – Os direitos autorais do texto pertencem só e exclusivamente a seu autor. É unicamente dever do autor garantir a integridade do mesmo.

17 comentários:

  1. O cara fez tudo errado! Em certos casos, realmente, não deveria caber julgamento. A cadeia teria que ser imediata, sem questionamentos.

    Mais um dia.

    JUSTIÇA PARA MICHAEL!!!
    CADEIA PARA MURRAY!!!

    ResponderExcluir
  2. "Muhammad disse que Paris e Prince estavam no quarto..."

    "...as crianças estavam em estado de choque e que a menina se deitou no chão, chorando."

    Mais um crime que esse dr. Morte cometeu: chamar uma criança para presenciar a morte do pai.

    JUSTIÇA PARA MICHAEL!!!
    CADEIA PARA MURRAY!!!

    ResponderExcluir
  3. O CM não tem noção. O que é que ele tinha de chamar o Prince para o quarto???

    JUSTIÇA PARA MICHAEL!!!
    CADEIA PARA MURRAY!!!

    ResponderExcluir
  4. "Segundo informações do site TMZ, os filhos de Michael Jackson não estão acompanhando o julgamento de Conrad Murray, ex-médico do rei do pop. Fontes disseram que os depoimentos são muito dolorosos para reviver, principalmente para os dois mais velhos, Prince e Paris, de 14 e 13 anos respectivamente, que testemunharam a morte do pai."

    JUSTIÇA PARA MICHAEL!!!
    CADEIA PARA MURRAY!!!

    ResponderExcluir
  5. Sem condições de comentar nada...
    Cada vez mais, fico enraivecida!!!

    JUSTIÇA PARA MICHAEL!!!
    CADEIA PARA MURRAY!!!

    ResponderExcluir
  6. Oi amigos, meus fofos e fofas, lindinhos... já estava com sds daqui, então vim interagir um pouquinho. ;)
    Não estou querendo comentar nada no momento, mesmo pq ainda não apresentaram nada. E querendo ou não, acreditando ou não...essa situação mexe com o emocional de todos, não tem jeito...pq mexe na ferida de um jeito ou de outro e dói.

    Este julgamento não está me passando seriedade, sabe...
    Antes eu acreditava em tudo, na mídia, na justiça...agora não. Nunca imaginei que pudesse haver tantas “falhas” em tantos meios.
    Willian Wagner está batalhando para mostrar como é a justiça americana, quer mostrar toda a corrupção que há nesse meio. Tomara que consiga, tomara que não o calem antes.

    Nesse julgamento um brinca de um lado, outro brinca de outro...o juiz também brinca, parece que contam “piadinhas”. Serio mesmo, pensei que julgamento fosse algo mais sério. Será que são todos assim descontraídos??? Ou será só o de Michael???
    Logo de cara já mostraram uma foto e um áudio, (bem suspeitos a meu ver...ou melhor falsos pra mim) Parece que fizeram isso propositalmente, pra chocar, pra que fiquemos bem abalados, sensíveis e meio atordoados...e para que todos se conscientizem de que Michael esteja realmente morto. Essa foto e o áudio foram chocantes a todos nós fãs de Michael.
    Mesmo os belives ficaram chocados...quase morri, não apenas pela foto em si, mas pela sensação que tive ao vê-los, tanto a foto quanto o áudio.
    Me desculpem falar assim, mas a impressão que tive com aquela foto foi que Michael estivesse sendo servindo de bandeja aos abutres sedentos, esfomeados...e a gravaçãoo também. Como se a aquela foto “estivesse falando por si” Sirvam-se, aqui está meu corpo sem vida, aqui está meu fim...saciem-se.
    E o áudio falando por si: Eis aqui um homem que mesmo “drogado” seu único objetivo são as crianças.
    E porque as pessoas em sã consciência não têm essa mesma preocupação com elas como um “drogado” tem.
    Porque será que Murray gravou apenas esse trecho né??
    "Temos que ser fenomenais. Quando as pessoas forem embora do show, têm que dizer 'Nunca vi nada igual a isso na minha vida. Vá lá, é incrível. Ele é o melhor cantor do mundo'. Com o dinheiro arrecadado, farei um hospital para milhões de crianças, o maior do mundo, o Hospital para Crianças Michael Jackson".

    ResponderExcluir
  7. Mostraram esse vídeo como se Michael estivesse sob efeito de remédios, sedado, dopado...em estado lastimável. Os abutres rotularam Michael de drogado. Então é como se esse áudio também estivesse sendo servido aos abutres para seus deleite.
    Nós fãs sabemos que a dependência de Michael era por remédios, mas as pessoas que não conhecem Michael e suas verdades, acabam acreditando nas noticias, e muitas delas destacam Michael como um drogado. (não especificam que Michael era dependente de remédio)
    Querem a todo custo provar uma morte, um suicídio ou um crime. Mas assim????Dessa forma???
    Parece que estão todos numa sala contando um caso, encenando...ou coisa parecida. Nada ali me passa credibilidade.
    Com tantos absurdos “cometidos", não teria como chamá-lo de médico, não caberia um julgamento e muito menos por homicídio culposo. Isso pra qualquer leigo seria dolo na certa,não sei o porquê para a justiça não.
    Não demonstra ser médico cardiologista, nem anestesista, nem nada...nem mesmo réu.
    A cara de paisagem de Murray é dose pra boi dormir.

    Michael quando passou pelo julgamento em 2005, definhou de tanta preocupação, mesmo sendo totalmente inocente, até Mesereau disse que ficou ansioso por saber que estavam fazendo de tudo para coloca-lo na cadeia, inclusive forjando provas... Porque Murray que tem suas falhas tão visíveis para uma condenação, não demonstra nervosismo, não esboça preocupação nenhuma??? Com certeza essa reação de Murray deve estar deixando muitas pessoas perplexas, porque isso não é normal em um réu. Parece até que já sabe qual será o veredito!
    Bom, se ele for condenado, pegará 4 anos, mas pelo que dizem por aí essa pena será reduzida e ele ficará apenas UM ano. Se quatro já era pouco imagine um!
    Uma pesssoa que senta no banco dos réus, que tem seu destino incerto, no mínimo demonstraria nervosismo... Não vejo nada disso nele, nem preocupação com seu destino, nem nervosismo com a situação, nem remorso por ter matado seu paciente e amigo, nem vergonha de expor sua cara e seu diploma fajuto, seu total despreparo em medicina... nada.

    Mas algum preparo ele deve ter, afinal acordou seu paciente no meio da cirurgia para lhe mostrar seu próprio coração!!! Pena que depois abandonou o pobre do cara a Deus dará...tudo por causa de grana...aff! Quanta irresponsabilidade e falta de ética.
    Ele deu assistência por telefone ao seu paciente...justo no dia 25 de junho??

    Ah...cada vez mais absurdos...

    Minhas convicções continuam firmes, e nem mesmo se Murray for condenado mudará alguma coisa.
    Só seee apresentarem algo muito revelador, transparente...e convincente.
    ...coisa que duvido muito acontecer.

    Bjão em todos. ;)
    Michael...I love you more…L.O.V.E.
    Amor incondicional sempre!!





    Ufa!! Estava tentando colocar meu comentário , mas não ia de jeito nenhum.
    Pensei que fosse problema com o blog...pq não enviava.

    ResponderExcluir
  8. Pouco tenho acompanhado sobre o julgamento, pra mim é muito triste ter que ver todos os erros cometidos por Dr. Murray que, na minha visão, na justiça dos homens permanecerão impunes.
    Não consigo imaginar a dor que as crianças devem ter sentido ao presenciar tudo isso.
    Sem mais.

    ResponderExcluir
  9. "Todo homem é considerado inocente até que se prove o contrário."
    Não estou defendendo Murray em hipótese alguma, mas tb não quero cometer o erro de pré julgar e pré condenar uma pessoa que possa ser inocente.
    Em 2005 o mundo pré condenou um homem inocente, nosso Michael, não podemos fazer com que essa atitude se repita. Temos que confiar na justiça. Mas temos que exigir provas contundentes,concretas, convincentes...para poder acreditar nela.
    Nada Mudou de 2005 pra cá.Nada mudou nas pessoas. Cotinuam julgando as outras friamente, antes de analisarem bem os fatos, exigirem provas concretas de veracidade. A Mídia continua manipulando as pessoas. Michael sofreu por falsas acusações, foi pré condenado pela maioria. Teve sua vida ceifada pela leviandade do povo.
    Essa é uma lição que o mundo ainda não aprendeu. Não devemos julgar, não devemos pré condenar. Precisamos acreditar na justiça e exigir seriedade dela, para que possamos nos convencer de que a justiça é sempre bem feita.
    “Todo homem e inocente até que se prove o contrário.”
    Todo homem merece um julgamento justo. E todos nos merecemos respeito, precisamos acreditar que a justiça é feita com transparência, com provas concretas.

    Não podemos julgar as pessoas, não podemos pré-condená-las só pq a mídia nos manipula. Temos que exigir provas concretas e convincentes...transparência, verdades...é assim que se faz a justiça, é assim que é ser justo.
    Não estou defendendo Murray, ok? (jamais faria isso se já tivessem apresentado provas concretas)
    Só não estou me precipitando.

    bjsss

    ResponderExcluir
  10. Maíra, com esse comentário, você me deixou sem saber qual o seu posicionamento com relação ao réu Conrad Murray.

    ResponderExcluir
  11. Você não sabe meu posicionamento amigo?? Mas já conversamos tantas vezes a respeito disso!
    Tentei me expressar da melhor maneira possível. Mas nem sempre conseguimos.
    Por favor esclareça onde deixo dúvidas e que dúvidas são essas.

    ResponderExcluir
  12. Quero acreditar na justiça, por isso quero que mostrem provas convincentes, concretas, verdadeiras...se é que elas existem. Até agora não vi nada além de muita descontração entre todos ali.

    Quando disse:

    “Com tantos absurdos “cometidos", não teria como chamá-lo de médico, não caberia um julgamento e muito menos por homicídio culposo. Isso pra qualquer leigo seria dolo na certa,não sei o porquê para a justiça não.
    Não demonstra ser médico cardiologista, nem anestesista, nem nada...nem mesmo réu.”

    Coloquei aspas em “cometidos” porque não acredito que Murray tenha cometido esses absurdos que estão mostrando, entendeu?
    Penso que, seee um médico tivesse realmente cometido todos esses absurdos como estão mostrando, não restariam dúvidas para a justiça, seria um julgamento doloso, e não culposo como está sendo.
    Embora eu seja leiga nesse assunto, mas é assim que penso.

    O que tentei expressar em meu comentário foi que nada do que estão mostrando está me convencendo.
    A mídia está distorcendo informações como sempre fez.

    Se apresentassem provas convincentes de que Murray cometeu realmente todos esses absurdos...ai sim acreditaria que Michael morreu, caso contrário, não mesmo.

    Guto, se a dúvida estiver em outro trecho do meu comentário me avise, ok?

    ;)

    bjsss

    ResponderExcluir
  13. "Nesse julgamento um brinca de um lado, outro brinca de outro...o juiz também brinca, parece que contam “piadinhas”. Serio mesmo, pensei que julgamento fosse algo mais sério. Será que são todos assim descontraídos??? Ou será só o de Michael???"
    Acho que não estamos assistindo o mesmo julgamento, minha amiga. O que acompanho, as pessoas estão sempre sisudas, sérias, concentradas.

    Sei que seu posicionamento, com relação à morte do Rei, é "alive". Meu questionamento é relacionado ao CM. Você acha que, para os RIPs, as provas encontradas não são convincentes, contundentes e concretas?
    Você já pensou na possibilidade de MJ não estar vivo, e esse médico, sim, tê-lo matado? E tudo isso que está sendo mostrado, desde a época da morte, não é suficiente para incriminá-lo?

    Maíra, se não foi mostrado o corpo, ele também ainda não apareceu vivo em local nenhum. Está na hora de você pensar nas duas possibilidades.

    ResponderExcluir
  14. É muito difícil passar por um momento como esse, ainda mais sendo criança, imaginem o trauma !!
    CM estava no seu momento de desespero por isso deve ter chamado Pince o que de qualquer forma não justifica.
    Esse julgamento deve ter mexido muito com Paris e Prince ver o pai na quele estado não vede ter sido fácil.
    Espero que Murray pague pelo crime que cometeu.Mas continuo na quela incerteza de que CM não seja condenado.

    ResponderExcluir
  15. “Acho que não estamos assistindo o mesmo julgamento, minha amiga. O que acompanho, as pessoas estão sempre sisudas, sérias, concentradas. “

    Estamos sim amigo, é sobre o julgamento de Murray que comentei.
    Dei a minha opinião do que achei.
    Talvez você não tenha visto esse momento, onde todos, inclusive o juiz brincam e sorriem e até Murray. Foi até bem comentado esse momento.
    Não estou acompanhando direto porque não teria como. A transmissão é o dia todo, então não dá.
    Então é isso, dei minha opinião sobre esse momento que assisti, em que todos riram. Pensei que julgamento fosse diferente do que estou vendo. Mas essa é minha opinião, ok?


    “Sei que seu posicionamento, com relação à morte do Rei, é "alive". Meu questionamento é relacionado ao CM. Você acha que, para os RIPs, as provas encontradas não são convincentes, contundentes e concretas? “

    Dei a minha opinião, o que eu acho sobre as provas encontradas, disse que não me convenceram em nada, em nenhum momento falei sobre a posição dos rips.
    Não posso responder pelos “RIPs”, posso responder por mim.
    Nada do que foi mostrado até agora, foi convincente pra mim.

    ”Você já pensou na possibilidade de MJ não estar vivo, e esse médico, sim, tê-lo matado? “

    Já pensei sim nessa possibilidade, e até já comentei numas das postagens antigas do Felipe. Disse que se acaso o médico tivesse cometido esses erros absurdos, não teriam sido sem intenção...então eu veria esse crime como macabro. Mas como eu disse, estão falando, mas não estão provando nada. Minha opinião.

    E tudo isso que está sendo mostrado, desde a época da morte, não é suficiente para incriminá-lo?
    Não. Precisam mostrar provas concretas. Precisam provar que todos esses absurdos mostrados são reais. Desde a “morte” de Michael as controvérsias são muitas. Então pra mim, palavras são palavras e provas são provas...e mesmo assim podem existir provas forjadas.
    Como aconteceu no julgamento de Michael. Todas as evidências de um crime estavam sendo “mostradas” por palavras, por testemunhas...A maioria acreditou e pré condenou Michael...por causa das testemunhas, por causa do sensacionalismo da mídia...mas cadê as provas??? Não haviam, porque Michael era inocente.

    ”Maíra, se não foi mostrado o corpo, ele também ainda não apareceu vivo em local nenhum. Está na hora de você pensar nas duas possibilidades.”

    E nem vai aparecer, amigo.
    Michael não volta mais.
    Michael morreu para o mundo e para aqueles que não acreditam em suas mensagens, em seus propósitos. Não estou ofendendo quem não acredita, ok? Só estou afirmando que quem não acredita em suas msgs deixadas, acredita que ele morreu. ;)
    Como já mencionei aí em cima, já pensei nas duas possibilidades, e a dele vivo é de 99,9%.
    Acredito que Michael vive e ponto. É direito de todos acreditar ou não nas coisas.
    O que é óbvio pra um pode não ser para o outro, o que é evidente pra um pode não ser para o outro...porque cada um tem seu ponto de vista, e todos o direito em acreditar ou não nas coisas, por mais absurdas que possam parecer...pq o que é absurdo pra um pode não ser pra outro...e por aí vai.

    Ser believe ou ser rip não é uma opção, e sim um ponto de vista de cada um, sobre tudo que aconteceu com nosso Michael. É assim que analiso. E a dor é a mesma tanto para os que acreditam em sua morte quanto para os que não acreditam, porque de qualquer forma, perdemos nosso Michael.

    Então é isso amigo, em momento algum impus minha opinião aqui, apenas expus como sempre faço, não falei nada sobre a opinião de vcs ou de quem quer que seja, apenas dei a minha opinião sobre tudo que estou vendo. (EU), ok. ;)

    Mas vamos manter a fé, o que tiver que ser será.
    Bjsss

    Michael...I love you more…L.O.V.E.

    ResponderExcluir
  16. "Talvez você não tenha visto esse momento, onde todos, inclusive o juiz brincam e sorriem e até Murray. Foi até bem comentado esse momento."

    Eu não cheguei a ver esse momento, mas creio que talvez tenha sido quando o alarme de incêndio foi puxado acidentalmente por uma criança, e o juiz disse que não havia motivo para se preocupar, pois tinha sido um 'puxar acidental de uma criança'.

    Enfim, eu acho que um momento assim não tira a seriedade do julgamento.

    ResponderExcluir
  17. Fê, hoje esse alarme soou novamente??
    Porque bem na hora que eu estava postando aqui esse meu comentário esclarecendo ao Guto, eles estavam brincando e rindo novamente. E Pode observar, geralmente quem começa a brincadeira é o juiz e o resto ri também.
    Pode até ser impressão minha, mas eles riem e brincam bastante, vejo um ambiente bem descontraído, não vejo muita seriedade não. Mas é minha opinião, ok? ;)

    ResponderExcluir