sexta-feira, 1 de julho de 2011

Entrevista Julho/2011

| CONFISSÕES DE UM FÃ |
Com...

Maíra


- Como, quando e por que você virou fã de Michael Jackson?

Comecei a amar e olhar de um jeito especial para Michael, na época de seu julgamento. As humilhações que faziam a ele me incomodavam muito. Conhecia bem pouco, mas não acreditava que ele fosse culpado. No dia em que o levaram preso e algemado, achei uma injustiça e senti uma empatia muito forte. Então, me interessei em conhecer um pouco mais para entender o porquê de tudo aquilo. Descobri coisas incríveis! Encantei-me com tudo que vi: suas canções, letras, turnês... Levitei! Após sua “morte”, foram mostradas muitas outras maravilhas, além de todo o talento. Foram descobertas as maravilhas que haviam sido abafadas por tanta maldade. Todo seu humanitarismo, sensibilidade, simplicidade, os seus livros com suas reflexões e poemas, os seus propósitos, lutas, ideais... tudo! A admiração que sentia tomou proporções ainda maiores e o meu amor por ele, que já era imenso, virou INCONDICIONAL. Sou, com muito orgulho, uma fã incondicional de Michael! Amo o fofo de paixão!


- O que Michael significa para você?

Significa tanta coisa em minha vida! Por mais que tentasse, eu não conseguiria listar nem a metade. Por isso, gosto de falar sempre assim: Michael é TUDÃO!!!

Michael significa reflexão de vida!
Amor, respeito, união, humildade e igualdade.
Coragem e superação.
Ousadia e mudança.
Quebra de limites, de poderes, de preconceito.

Michael é lenda, é fato, é história.
Magia, sonho... puro êxtase!


- Onde estava e como você reagiu ao saber da fatídica notícia de 25/06?

Estava preparando o jantar quando o Jornal Nacional noticiou. Fiquei imóvel e perplexa. Senti uma tristeza imensa, um sentimento confuso, um aperto bem grande no peito. Tive uma sensação nunca antes sentida. Estava sem chão. Fui tomada por sentimentos ruins e confusos de dor, tristeza, compaixão, remorso, desespero, descrença e revolta. Fui pra net desesperada na tentativa de resgatar Michael. Implorava a Deus por uma segunda chance. Foi terrível.


- Qual a sua opinião sobre a teoria 'believe'?

Sou believe. Tantas coincidências sobre essa “morte” me atormentavam e causavam dúvidas. Por uns momentos, apesar de tudo isso que me espantava, eu pensava estar passando por um processo de não aceitação, o que é normal numa morte repentina, mas que depois passa. Foi quando vi que outras pessoas na net também não estavam acreditando na morte de Michael justamente pelos detalhes e coincidências.

Então a teoria “believe” não se trata de fãs fanáticos, lunáticos, loucos. Não se trata de fãs que não aceitam a morte de seu ídolo, como a maioria pensa, e como eu também pensava sobre os fãs de Elvis até conhecer o porquê de suas crenças, suas investigações. São fãs que conseguem ver os detalhes dessa “morte”, a partir das várias coincidências que se transformaram em evidências de uma morte forjada. São fãs que olham com mais atenção e conseguem ver além da visão que estamos acostumados a ter. É realmente olhar com atenção o que está sendo mostrado e ver os pequenos detalhes ali escondidos. São fãs que investigam e descobrem as falhas.

"Não existe coincidência, apenas a ilusão de uma coincidência."


- Como é o seu relacionamento com outros fãs de Michael? Vai a encontros, participa de fóruns, etc?

Participo de fóruns, blogs, etc. Gosto muito de interagir com os outros fãs, trocar ideias, homenagear e defender o Rei... Meu encontro com outros fãs é aqui nesse espaço de Michael, onde sua magia reuniu a todos para que pudéssemos sentir uns aos outros e perceber que o amor se manifesta através da essência, da música de cada um, numa junção de energias que se transformam em uma só. Esse espaço de Michael é um mundo de sonhos, sem barreiras, sem limites, sem preconceito. Michael conectou o mundo real ao mundo de sonhos, onde todos somos iguais, onde todos somos um. Estou tendo experiências novas e surpreendentes. Estou aprendendo bastante aqui no espaço Michael.


- Em que aspecto você se identifica com o Rei do Pop?

Na sensibilidade! Michael tem uma sensibilidade à flor da pele em todos os sentidos, eu também. Então me identifico muito com ele nesse aspecto.


- O que você pensa sobre Joe Jackson? Michael o perdoou, e você? Conseguiu perdoá-lo?

Sou grata a Joe e Katherine pelo fato de terem concebido Michael, esse ser humano incrível. Mas não sinto muita afinidade pela família de Michael, não só por Joe, mas por nenhum (com exceção dos filhos). Não tem nada a ver com raiva, ódio, nem com perdão, mesmo porque acho que ele só cabe a Deus e à pessoa vítima de alguma maldade. Não concordo, mas não critico mais o comportamento que Joe teve com seus filhos, principalmente com Michael. Pode ter sido por ignorância, maldade, ambição... quem sabe? Eu não. Só sei que não sinto simpatia por eles, talvez por aquilo que consigo ver em suas atitudes: frieza, ambição. Pode até ser que sejam pessoas completamente diferentes, mas não demonstram isso. E quando não temos contato com as pessoas nos baseamos apenas naquilo que elas transmitem através de gestos e atitudes.


- Um assunto muito polêmico: você acredita que MJ é pai biológico de seus 3 filhos?

Quando surgiu toda a polêmica, fiquei em dúvida, porque me lembrei que os negros possuem gene dominante. Mas pode sim, raramente, acontecer de terem filhos brancos. Mas, os três? Então fui pesquisar a respeito se seria possível, e percebi que é. Com o avanço da ciência, não podemos duvidar de nada, não é? Se já é possível selecionar embriões saudáveis e escolher o sexo, vai saber se não é possível escolher as características também?

Um dos motivos do divórcio de Michael com Lisa foi porque ela não quis ser mãe de seus filhos. Por que ele iria fazer um contrato multimilionário com a Debbie para que ela gerasse filhos com o esperma de outro homem? Não teria lógica. Seria muito mais coerente adotar. Mas Michael queria ter seus próprios filhos. Li num fórum que ele só assinou o contrato com Debbie após o resultado de DNA:

"The Associated Press, 22 de Dezembro de 1996. Londres – Após um teste de DNA confirmar que Michael Jackson é o pai, ele assinou um contrato multi-milionário com a sua esposa, grávida."

Portanto, acredito sim que Michael é o pai biológico de seus três filhos.



- O que você pensa sobre o casamento do Rei do Pop com Lisa Marie?

Existiu um amor lindo entre eles, foi uma pena ter durado tão pouco. Acho que a mídia teve uma culpa enorme pelo fim dessa união, mas a Lisa também teve. Michael parecia muito apaixonado. Claro que ele tinha os seus defeitos, mas os da Lisa se destacaram. Ela também parecia apaixonada, só que, talvez por imaturidade, insegurança ou mesmo por um orgulho infundado, colocou tudo a perder. Acho que Lisa pisou na bola por várias razões: Não aceitar ser mãe dos filhos de Michael (talvez por preconceito, como foi comentado), não apoiá-lo em seus momentos mais difíceis, deixar-se influenciar por comentários alheios, etc. Quando se divorciaram, ela depreciou, debochou e praticamente culpou Michael pelo fim do casamento. Ele nunca expôs Lisa ao ridículo, sempre foi um cavalheiro.

Concluindo: Ela não cuidou direitinho do fofo como ele merecia.



- Qual o seu álbum preferido?

Gosto de todos, mas os meus preferidos são HIStory e Dangerous. Não consigo escolher um entre esses dois!


- Para finalizar, deixe uma mensagem para Michael.

Michael...
Ser sua fã não é só um desejo,
É uma honra!
Um privilégio!
Não é só curtição,
É um prazer imenso!
É aprimorar os sentidos do corpo,
Na mestria dos sons e das cores!
É sentir a magia da canção e do ritmo,
E mergulhar em profundo Êxtase!

Obrigada Michael por fazer parte da minha vida de forma tão intensa. I love you more... L.O.V.E.

#--------#--------#--------#-------#--------#



Obrigado pela entrevista!
O próximo entrevistado será escolhido em breve...


© 2010 – MJJ FC – Os direitos autorais do texto pertencem só e exclusivamente a seu autor. É unicamente dever do autor garantir a integridade do mesmo.

10 comentários:

  1. Eu que lhe agradeço Fê...meu fofo, por mais essa inovação em seu blog.
    Uma ótima oportunidade para nos conhecermos melhor.
    Adorei!!
    Beijão em você e em todos!!

    ResponderExcluir
  2. Maíra amei ler a sua entrevista. Sua história com o Michael é muito bonita.

    Ao contrário de muitos fãs "pós", você passou a gostar dele justo na fase mais difícil e proclama esse amor para todos. Lindoooo

    Gostei do "É aprimorar os sentidos do corpo". Michael mexe com tudooooo mesmo.

    Muito bom conhecer você fofa.
    Bjão

    ResponderExcluir
  3. Perguntas interessantes com respostas completas, dignas de alguém que tem a honra de ser um fã de Michael Jackson.
    Por isso é bom ter você como amiga especial.

    ResponderExcluir
  4. Obrigada miga Baby. :)
    Sim, proclamo esse amor à todos com o maior orgulho. Michael é um dos maiores presentes de Deus, com toda certeza!!

    “Gostei do "É aprimorar os sentidos do corpo". Michael mexe com tudooooo mesmo.”
    E como mexe fofa... aff!!
    O cara é perfeito em tudooo!
    Bjsss ... te amo!

    ResponderExcluir
  5. Guto meu fofo, meu migo especial...hummm e bota especial nisso! :)
    Felipe caprichou nas perguntas, esse cara é porreta!!
    Respostas completas? Essas respostas são só uma pequena amostra...hehehe
    Ser fã de Michael é realmente uma honra!
    É um privilégio!!

    Bjão...te amo!

    ResponderExcluir
  6. Achei ótima sua entrevista, Maíra.
    Gostei muito das perguntas que o Felipe fez: do tipo que sentimos curiosidade em ler as respostas.
    Mesmo que não seja uma fã desde as origens, você é uma fã por inteiro, completa, super dedicada e com muito amor pelo nosso Michael.

    "Michael... Ser sua fã... É sentir a magia da canção e do ritmo, e mergulhar em profundo êxtase!" - Adorei isso!

    ResponderExcluir
  7. Maíra adorei te conhecer um pouco mais!
    Todos nós sabemos do seu amor incondicional pelo fofo, mas aqui você expõe esse seu sentimento de maneira poética!
    Adorei!

    Felipe, arrasou nas perguntas, na criação desse tópico, em que podemos contar um pouquinho da nossa história com nosso querido!

    ResponderExcluir
  8. Meu comentário vai ser destacando uma parte da entrevista que gostei muito:

    "Michael significa reflexão de vida!
    Amor, respeito, união, humildade e igualdade.
    Coragem e superação.
    Ousadia e mudança.
    Quebra de limites, de poderes, de preconceito.

    Michael é lenda, é fato, é história.
    Magia, sonho... puro êxtase!"

    Beijão, Maíra!

    ResponderExcluir
  9. Poxa Maíra você é muuuuuuuiiiiiiito fã do Mike. Achei lindo tudo o que você falou dele.

    Você acredita mesmo que ele está vivo é? Queria também acreditar. Já pensou ele ainda aqui?

    L.O.V.E.

    ResponderExcluir
  10. Amigas Adrianice, Zú, Serela e Bel, vcs são umas fofas, obrigada pelo carinho. ;)

    “você é uma fã por inteiro, completa, super dedicada e com muito amor pelo nosso Michael.” (Adrianice)

    Miga Adrianice, Com toda certeza. Sou sim!
    Vou te confessar que só não sou uma “fã desde as origens” por falta de atenção. Uma das lições que aprendi com Michael. “Dar atenção em tudo e em todos”
    Sabe porque te falo isso?
    Porque na minha infância, três canções de Michael me encheram de encanto, e me marcaram pra sempre. Embora tenham ficado adormecidas dentro de mim, no decorrer dos anos. São elas: Ben, Music and Me e Happy. Essas músicas não tocavam sempre nas rádios por serem antigas. Mas quando tocavam, acontecia algo mágico dentro de mim. Sério mesmo. Até hoje quando ouço qualquer uma dessas três músicas, me transporto pra minha infância e sinto a mesma magia...só que agora, completa. Pois além daquela linda voz que me encantava de um jeito angelical, agora Michael inteiro está em mim também.
    Amar Michael é uma das melhores sensações que já tive na vida!

    ....................
    “expõe esse seu sentimento de maneira poética!” (Zú)

    Miga Zú, minha filha fala assim:
    “Xiiii lá vem a mãe poetizando...filosofando...agora guenta.”

    hahahahaha... :D

    Mas falar do nosso fofo sem poetizar, tem jeito não.
    Ele é a própria poesia, né? :)
    ..................


    Miga Serela, mas fala sério.
    Nosso Michael é tudo isso e muito mais, não é?
    Ô homem completão... meu deuseeee!!! :O
    Por mais que tentamos falar sobre ele, percebemos que não falamos nem a metade do que realmente sentimos.
    Amar Michael é realmente tocar os céus com os dedos...é puro êxtase!

    ................

    Miga Bel, e bota muiiiiiito fã nisso!! :)
    Tirei o atraso com certeza. Michael está em mim por completo.
    Acredito sim que nosso Michael está vivo! Por intuição, pelas coincidências e pelas evidências. Mas não acredito que volte.
    Acredito que ele quer e vá continuar seu trabalho, sua missão em ajudar e alegrar muitas pessoas assim, só com um foco de luz, sem holofotes e com as cortinas fechadas, mas com a mesma genialidade, o mesmo brilho de sempre.
    Vejo que as coincidências foram propositais, para que seus fãs percebam, se tranqüilizem e lhe dêem o apoio necessário.
    Michael não jogou a toalha. Ele voltará no tempo dele e do jeito dele, como ele mesmo disse em TII.
    É assim que penso e é só assim que consigo enxergar tudo isso, “essa grande aventura”.


    Beijo grande meninas, amo vcs!!

    ResponderExcluir