quarta-feira, 1 de dezembro de 2010

O que realmente aconteceu com Michael Jackson?

Como todos já devem saber, Joseph Jackson está no Brasil. Motivo: divulgar, junto com Leonard Rowe, o livro 'O que realmente aconteceu com Michael Jackson?'. Segundo eles, o Rei do Pop teria sido assassinado!

O livro trata de uma 'conspiração' da Sony. "Michael era dono de metade da Sony Music. Ele era dono de um catálogo com milhares e milhares de canções. As pessoas não queriam que ele fosse dono desse catálogo, eles queriam tirar isso dele, e uma das coisas que Michael me disse foi: 'Rowe, eles me matariam por esse catálogo!' Na época eu não acreditei", disse Leonard, autor do livro, no 'Domingão do Faustão'. Essas palavras lembram alguma coisa? Revendo a entrevista de Lisa Marie Presley com Oprah Winfrey, me deparei com Lisa falando o seguinte: "O final da conversa foi ele me dizendo que sentia que iam tentar matá-lo por causa do catálogo. [...] Não vou mencionar os nomes, mas ele expressou uma preocupação sobre sua vida". Diante de tudo isso, não tem como não ficar com uma pulga atrás da orelha!

Quanto ao testamento, Joseph e Leonard Rowe foram previsíveis. "Michael deixou bem claro para mim: 'Eu quero que você separe uma certa quantia de tudo que eu fizer e dê à minha mãe. Essa quantia é para minha mãe e meu pai'. Joe nunca foi deixado de fora, mas é isso que eles querem que o publico acredite para que eles possam continuar roubando a riqueza do Sr. Jackson", disse Rowe para o Faustão.

Na mesma entrevista, Leonard desviou o assunto e comentou sobre o apego de MJ pelo Brasil: "Michael e eu conversamos sobre o que ele faria depois da turnê em Londres, quando acabasse. Ele disse 'Nós vamos fazer uma turnê pelo mundo!'. Mas o primeiro lugar que ele gostaria de vir era a América do Sul, porque ele amava o Brasil. [...] E é por isso que eu quis lançar o livro primeiramente aqui". O Rei do Pop sempre declarou que tinha um apreço especial pelo nosso país. Prova disso é o clipe They Don't Care About Us. Mas Michael disse que This Is It seriam suas últimas apresentações. Não tem sentido já estar pensando em uma próxima turnê. Estranho...

Na minha opinião, o lançamento desse livro chega a ser perigoso. Todos sabem que Tommy Mottola não é flor que se cheire. Se o livro estiver certo sobre esse assassinato, não duvido de mais nada. "O lado obscuro da indústria do entretenimento" é a frase presente na capa. É esse lado 'obscuro' que Leonard quer mostrar, e que com certeza existe.


© 2010 – MJJ FC – Os direitos autorais do texto pertencem só e exclusivamente a seu autor. É unicamente dever do autor garantir a integridade do mesmo.

20 comentários:

  1. "O que realmente aconteceu com Michael Jackson?", essa resposta acho que nunca vamos ter.
    Será que ele foi mesmo assassinado???????

    L.O.V.E.

    ResponderExcluir
  2. Assisti à apresentação de Leonard e Jo, no Faustão. Achei-o bastante ansioso. Talvez pela gravidade do assunto.
    Teria a Sony eliminado Michael pela posse do catálogo??? Seria lamentável. Tirar a vida de alguém tão querido, que ainda tinha tanto a dar ao mundo e à própria gravadora! Recuso-me a acreditar nessa hipótese!
    No entanto, diante do que falou o escritor e a própria Lisa, é uma possibilidade.
    Quero muito ler esse livro e ver o que Leonard Rowe colocou. Só nos resta aguardar seu lançamento.

    Felipe, você sempre demais! Adoro suas postagens! Elas nos mantém sempre atualizados e pertinho do nosso rei. Obrigada!

    Michael Jackson para sempre!

    ResponderExcluir
  3. Amei essa postagem meu fofo querido!! ;)
    Claro que ficamos com "a pulga atrás da orelha", são tantas controvérsias que a pulga passeia no corpo todinho e não só nas orelhas...aff :O

    Bom, se eu acreditasse que Michael estivesse realmente morto, ficaria indignada com a empolgação e felicidade que Joe demonstrou nas entrevistas e em ganhar dinheiro às custas da “morte” do filho, ao invés de batalhar por justiça com mais sentimentalismo… ou melhor, a familia toda.
    Mas, como acredito que Michael esteja vivo, vejo que Joe esteja colaborando com Michael para que através desse livro, todos possam entender o porquê Michael tenha sido forçado a fazer o hoax…é minha opinião ok? Claro que ele está colaborando por causa da grana também.

    Acredito que mostrarão toda a podridão que há por trás da indústria musical, a que Michael sempre quis mostrar.
    Michael quando fez seu discurso em Londres, ele abriu a boca no trombone contra a Sony e Mottola, ele se dirigiu diretamente à Mottola e o chamou, merecidamente, de demônio e racista, e ele deixou bem claro "...vocês ainda não viram nada...Eu prometo a vocês - O melhor ainda está por vir.”

    “para Joe Jackson e Rowe, Murray foi apenas quem pagou o pato na história, já que a dupla sustenta que a morte do cantor foi na verdade o resultado de uma conspiração tramada pela produtora AEG (sobretudo pelo presidente da empresa, Randy Phillips) junto ao advogado hoje responsável pela administração do espólio de Jackson, John Branca (vale lembrar que a AEG foi a encarregada da realização da série de 50 apresentações que Michael faria em Londres em 2009, na O2 Arena, na temporada chamada This Is It).”( Em entrevista à Rolling Stone Brasil)


    Na minha opinião, se Michael não tivesse forjado à morte estaria realmente morto…porque ele mesmo disse que estava sendo ameaçado, e que havia a conspiração.
    Então creio que através desse livro muitas pessoas terão uma outra visão sobre tudo que aconteceu e darão razão à Michael…e muitos vão parar de criticá-lo caso tenha realmente feito o hoax.
    Mas, já sei que quando eu ler esse livro, só vou acreditar naquilo que eu sentir ser verdadeiro. :D
    (cont.)

    ResponderExcluir
  4. (cont.)
    Acredito na conspiração porque Michael sempre disse estar sendo perseguido por ela. E também por eu ter lido várias matérias sobre essa conspiração, e me convenci. Claro que não vou acreditar em tudo que estiver no livro...como é o caso de John Branca estar junto nesse “assassinato”.
    Minha visão das coisas é diferente de quem acredita que ele está morto.
    Creio que a mensagem desse livro será de nos mostrar o que aconteceria à Michael seeeee ele tivesse marcado bobeira. Creio também que terão muitas coisas que teremos que analisar o que é falso ou verdadeiro. Afinal Michael sempre disse,”Não acreditem em tudo que dizem”
    Mesmo sem ter lido o livro, mas com essa afirmação de Joe em dizer que John Branca também faz parte dessa conspiração, eu já não acredito nessa afirmação dele. Uma porque se John Branca não fosse de confiança à Michael, não estaria junto com ele agora, e “administrando seu espólio”.


    Não consigo entender a familia com um comportamento desses, ao se tratar da “morte” de um ente querido, e ainda dizem saber que foi “assassinado por uma conspiração” estarem assim tão eufóricos se aproveitando da morte do filho…do irmão… Por mais fria e calculista que fosse…estaria em meio à dor lutando por justiça, e não lucrando com livros, shows etc…com toda essa empolgação e alegria que eles não disfarçam. Não foi minha intenção criticar… mas demonstrar que essa atitude não é normal.
    Esse comportamento deles evidencia que Michael esteja realmente vivo.
    O que vi, não foi um pai ressentido querendo fazer justiça à morte do filho, e sim fazendo justiça à vida do filho. ;)
    Seeee...eu estiver enganada nessa minha linha de raciocínio, e se por acaso e infelizmente ficar comprovado que Michael tenha sido mesmo assassinado e eu me conscientizar disso,
    ( o que será dificílimo, pois mesmo que comprovem sei que não acreditarei) então, o mundo é bem mais podre do que se possa imaginar, e a própria família , e amigos de Michael também. (e não é isso que vejo, embora não me simpatize com eles)

    Vejam a entrevista de Joe para a revista Rolling Stone.
    http://www.rollingstone.com.br/secoes/novas/noticias/joe-jackson-teorias-da-conspiracao/

    Michael...I love you more...L.O.V.E.

    ResponderExcluir
  5. O livro, "O que realmente aconteceu com Michael Jackson?", certamente, não vai nos dar uma resposta precisa sobre o assunto. Mas estou curioso pra ler. Vamos ver o que o senhor Leonard Rowe tem a nos dizer.
    Que existe um mistério rondando a morte de Michael, é um fato. Creio que a essas alturas a família já deve saber de algo, mas mantém segredo.

    Nunca iremos ver em Joe Jackson um comportamento diferente do que ele nos mostra. Lembro que, logo após a morte do filho, ele deu uma entrevista rindo e falando de sua nova gravadora. O sentimento de dor passou muito longeee... Portanto, Maíra, você nunca vai ver "um pai ressentido querendo fazer justiça à morte do filho".

    "Na minha opinião, o lançamento desse livro chega a ser arriscado. Todos sabem que Tommy Mottola tem um caráter (bem) duvidoso. Se o livro estiver certo sobre esse assassinato, tudo é possível. Inclusive já pensei na hipótese da Sony mandar matar Leonard Rowe." - Não creio, Felipe. O que Mottola poderia fazer, e não fez, é impedir que Leonard lançasse o livro, até matando-o, para que as suas tramóias não fossem divulgadas.

    Morte provocada ou não, a verdade é que, muito lamentavelmente, nosso Rei se foi...

    MJ Imortal!

    ResponderExcluir
  6. O livro de Leonard trata de algo que suspeitamos já tem algum tempo. O que provocou a morte de MJ? Um erro médico (se é que aquela coisa possa ser chamada de médico!)? Ou o resultado de uma conspiração, como ele próprio já suspeitava?
    Espero que esse autor dê mais clareza a essas dúvidas, mesmo achando isso muito difícil.
    O que temos de fazer é comprar o livro e ler.

    A "aparição" de Joe no Faustão foi ridícula! O cara nem responde as perguntas direito, sem fugir do assunto. Valeu pelo escritor, amigo do Michael.

    MJ, Forever!!!!!!!!!!!!!!! Saudades

    ResponderExcluir
  7. "...são tantas controvérsias que a pulga passeia no corpo todinho e não só nas orelhas...aff :O"

    kkkkkkkkkkkkkk gostei dessa, Maíra!!!!

    ResponderExcluir
  8. "Michael e eu conversamos sobre o que ele faria depois da turnê em Londres, quando acabasse. Ele disse 'Nós vamos fazer uma turnê pelo mundo!'. Mas o primeiro lugar que ele gostaria de vir era a América do Sul, porque ele amava o Brasil."

    Também estranhei essa afirmação do escritor, Felipe. Michael foi tão enfático quando disse, em This Is It, que seria a última apresentação dele. Não entendi.

    Concordo com você Babi. Não gostei nadinha da apresentação de Joe Jackson no Faustão. Parecia que ele não queria ouvir nada, só falar. O que salvou foi o escritor, todo empolgado, falando de seu relacionamento com o Michael.

    Estou ansiosa para ler "O que realmente aconteceu com MJ?". O lançamento foi ontem. Será que já tem nas livrarias daqui? Quero ver o que LR escreveu sobre esse assunto tão polêmico. Espero que ele nos esclareça. Mas, pelo andar da carruagem, acho que a pulga vai continuar nos incomodando por muito tempo.

    E isso, Guto, e nada vai trazê-lo de volta, com sua magia, sua bondade, sua luz.

    Michael, amamos você!!!!!

    ResponderExcluir
  9. “para Joe Jackson e Rowe, Murray foi apenas quem pagou o pato na história, já que a dupla sustenta que a morte do cantor foi na verdade o resultado de uma conspiração tramada pela produtora AEG (sobretudo pelo presidente da empresa, Randy Phillips) junto ao advogado hoje responsável pela administração do espólio de Jackson, John Branca (vale lembrar que a AEG foi a encarregada da realização da série de 50 apresentações que Michael faria em Londres em 2009, na O2 Arena, na temporada chamada This Is It).”( Em entrevista à Rolling Stone Brasil)”

    Fiquei bem intrigada com essa parte, ou melhor, de toda a história desde o início.

    Murray foi quem pagou o pato??? Ou Michael????
    Afinal, quem “morreu” foi Michael e não Murray!
    Murray foi quem “matou.”

    Como que um pai fala isso do “assassino” de seu filho? Sinceramente não consigo entender.
    Foi ele quem “executou o crime”, foi ele quem “matou”...foi ele quem “tirou” a vida de Michael o filho de Joe, ele é tão “assassino” quanto os mandantes da conspiração.
    Eu concordo que Murray tenha pago o pato, porque sou uma fã e não acredito nesse assassinato, por esse e outros deslizes que vejo desde o início.
    E porque acredito que a esperteza de Michael não deixou que a certeza desse assassinato viesse se confirmar.

    “Rowe, por que você decidiu escrever O Que Realmente Aconteceu com Michael Jackson? Quanto tempo levou para o livro ficar pronto e como foi o processo de elaboração?
    Leonard Rowe: Levei dois anos para escrevê-lo. Comecei antes mesmo de Michael morrer. O livro tratava sobre o lado malévolo da indústria do entretenimento. Quando estava no meio deste trabalho, Michael pediu que eu fosse à Califórnia para trabalhar com ele em algumas coisas. Durante aquela época, Michael morreu. Quando vi o que aconteceu com ele, coincidiu com o que estava escrevendo, porque sinto que foram as pessoas ruins da indústria do entretenimento que o destruíram.” (Em entrevista à Rolling Stone Brasil)
    Acho que eles previram que Michael seria morto e começaram a elaborar seu livro seis meses antes.
    Ou seria outra coincidência??? Michael morrer bem no meio do processo de elaboração do livro! Fatalidade infelizmente existe, mas tantas coincidências, e contradições juntas, confesso que me deixam perplexa e bem esperançosa.
    Eles previram, eles sabiam que aconteceria o pior se não fosse tomada uma providencia imediata.

    “As pessoas não queriam que ele fosse dono desse catálogo, eles queriam tirar isso dele, e uma das coisas que Michael me disse foi: 'Rowe, eles me matariam por esse catálogo!' Na época eu não acreditei", disse Leonard,”
    Todos os mais próximos à Michael tinham conhecimento disso, Lisa, sua família... Latoya disse que Michael havia falado à ela que eles iriam assassiná-lo, e que estava evitando até de se alimentar por precaução, temia que colocassem algo em sua refeição. E isso foi comprovado pela magreza de Michael em This Is It.
    Essa atitude da família e dos amigos que estão por dentro dessa conspiração é normal?
    De não ajudarem? De não fazerem nada? De ficarem apenas esperando sentados e pacientes o fato se consumar? Ou de acharem que seria uma paranóia de Michael??
    Todas essas falhas, essas vaciladas, todos esses delizes, não permitem que eu me conforme com essa “morte”, e sim me conforte. Graças a Deus!

    Michael... I love you more...L.O.V.E.

    ResponderExcluir
  10. (corrigindo)

    Não foi o Joe quem falou que "Murray foi quem pagou o pato"
    Foi o entrevistador quem deduziu...
    "já que a dupla sustenta que a morte do cantor foi na verdade o resultado de uma conspiração tramada pela produtora AEG"
    Eu também deduziria o mesmo.

    Michael meu fofo...te amooooooo!!
    L.O.V.E.

    ResponderExcluir
  11. Gente comprei o livro,vou ler com muita atenção,quero entender e tirar minhas concluções estou muito ansiosa é dificil... MJ love you

    ResponderExcluir
  12. Estou ansiosíssimo para comprar o meu. O livro vai revelar uma história diferente da que a mídia mostrou.

    Prefiro tirar minhas conclusões após ler...

    ResponderExcluir
  13. Já perguntei em duas livrarias e ainda não chegou o livro de Leonard Rowe.
    Rosana, em que livraria você comprou?
    Alguém sabe dizer onde já chegou????
    Pleaseeeeee

    ResponderExcluir
  14. Babi, vi no site da Livraria Saraiva!
    Se tem no site, deve ter na livraria...
    Tb tô doidinha prá ler esse livro!!!
    Bj

    ResponderExcluir
  15. Olá, sou a Simone Caminada dona do blog For All Time - MJ.
    Ele foi desativado por motivos particulares, mas agora estpa de volta. Você tem seu blog no meu 'parcerias' do For All Time - MJ.
    Gostaria de continuar a parceira? Se sim por favor insira meu banner em seu blog (código no próprio blog FOR ALL TIME, menu de parcerias). Por favor informe sua decisão em meu blog. No dia 19/12 estarei excluindo os blogs que não se pronunciarem.
    Atenciosamente, Si Caminada

    http://foralltime-mj.blogspot.com

    ResponderExcluir
  16. Gente comprei o livro na livraria Saraiva no shopping Interlagos.

    ResponderExcluir
  17. Sim o livro mostra um Rei do pop totalmente diferente, com varios problemas de saúde e dominado por Randy Phillips etc... É chocante e confuso entender oque realmente de fato aconteceu. Ele era um gênio e adorava a vida, me lembro quando ele em uma entrevista disse que nunca queria ser enterrado e viver p sempre, por isso é tão dificil entender, e de fato ele ter sido assassinato. Love you MJ...

    ResponderExcluir
  18. Vou ler o livro só porque faz parte...
    Mas vou acreditar somente naquilo que eu achar que devo.
    Michael sempre teve razão em falar que não podemos acreditar em tudo que dizem...e que até a história que conhecemos não merece crédito.
    Também penso dessa forma.
    Não podemos acreditar em tudo. Tudo tem seus propósitos.

    "Só porque você lê numa revista ou vê nas notícias não faz disso um fato real";
    "Tabloid Junkie"

    Michael...I love you more...L.O.V.E.

    ResponderExcluir
  19. Li o livro e não gostei. Além de não ser bem escrito, o autor mostra um Michael Jackson fraco, sendo dominado por R. Phillips, dependente, sem poder de decisão, sem poder de escolha e com a saúde fragilizada, por conta do excesso de remédios.
    Não é o Michael que estamos acostumados a conhecer.
    Só resta uma pergunta: essas informações merecem credibilidade?

    ResponderExcluir