terça-feira, 12 de outubro de 2010

We Are The World - USA For África


No início de 1985, 45 importantes nomes da música se reuniram em Hollywood, no A&M Studios, para gravar uma única canção: We Are The World! Ela fazia parte do projeto 'USA For África', que tinha como objetivo arrecadar fundos para diminuir a fome e a pobreza extremas na África. Composta por Michael Jackson e Lionel Richie, e produzida por Quincy Jones, We Are The World fala que, se nos unirmos, podemos fazer um mundo melhor.

Entre os vocais estavam Michael Jackson, Lionel Richie, Paul Simon, Tina Turner, Diana Ross, Bruce Springsteen, Stevie Wonder, Ray Charles, entre vários outros. Os irmãos de Michael (Jackie, LaToya, Marlon, Tito e Randy), também participaram. Prince, Madonna e Liza Minnelli foram convidados para participar da canção, mas não se tornaram presentes. Certamente eles não imaginavam que We Are The World faria tanto sucesso!

Além do single, foi lançado também um clipe com a filmagem da gravação. Obviamente, o lucro desse vídeo foi revertido para a campanha 'USA For África'. No final das contas, We Are The World se tornou um dos compactos mais vendidos de todos os tempos, e conseguiu lucrar milhões, milhões e milhões de dólares. Tudo serviu apenas para a caridade. Só podia ter Michael Jackson no meio!

Em fevereiro de 2010, 'We Are The World 25 - For Haiti' foi lançada. Dessa vez, arrecadando fundos para ajudar as vítimas do terremoto no Haiti. Algo admirável foi que, no clipe e na gravação, não cortaram a parte de Michael. Talvez tentando manter sua memória sempre viva, afinal, ele foi o maior responsável por tudo aquilo. Quem teria coragem de cortar a voz mais bonita da canção?

We Are The World salvou diversas vidas, e nos transmitiu uma mensagem: Se cada um fizer sua parte, podemos criar um mundo mais feliz, com menos sofrimento, mais paz! Pois NÓS SOMOS O MUNDO!



We Are The World - USA For África

Outros vídeos:
We Are The World 25 - For Haiti

Michael gravando o refrão de We Are The World

Michael brincando em We Are The World

What More Can I Give


© 2010 – MJJ FC – Os direitos autorais do texto pertencem só e exclusivamente a seu autor. É unicamente dever do autor garantir a integridade do mesmo.

21 comentários:

  1. "Se cada um fizer sua parte, podemos criar um mundo mais feliz, com menos sofrimento, mais paz! Pois NÓS SOMOS O MUNDO!"

    Essa sua msg foi emocionante, Felipe!

    L.O.V.E.

    ResponderExcluir
  2. Estão vendo essa pessoa linda, o terceiro da primeira fila? Não preciso dizer que foi ele o responsável por esse projeto louvável; ele que se preocupava com seu próximo, que dedicou boa parte de sua vida àqueles que precisam.
    Daí a sua iniciativa de compor esse hino, juntamente com Lionel Richie, para minimizar os infortúnios dos filhos da África.
    Resultou em música e vídeo clipe belíssimos! O objetivo foi alcançado, beneficiando muitas pessoas carentes.
    Amei os vídeos, Felipe.

    MJ Forever

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu só lamento,caro amigo;é que sempre os bons não são percebidos.Michael Jokson,foi julgado por mentes insanas e condenado por pessoas gananciosas o levando a adoecer.Lamentável,que,não conseguiram ver que,por de traz do gênio havia um ser humano com sentimentos grandiosos.Como podem dizer ser ele,um racista se sempre pensou nos irmãos de cor e nas pessoas carentes.Com sua grandeza,somente me vem um a cabeça! John Lennon,que sempre desejou a paz,e este também acredito terem matado-o.É o que penso.

      Excluir
  3. Ah, eu acho que esse projeto foi uma das melhores coisas que ele já fez. Fico tão Spechlless quando vejo essas coisas que o Michael faz.. ele é tão fofo.. E sem falar da sua mensagem no final, hein Felipe :)
    Amei esse post. Beeijoos ;*

    ResponderExcluir
  4. Felipe meu lindinho...mais uma maravilhosaaa postagem!!! ;)

    Tem uma frase de Michael que diz que as crianças se derretem na melodia...
    e eu me derreto todinha por ele...ô homem fofo meu deuse... É ótimo em tudooooo!! Caramba!! :O fico doidinha... :D

    Essa música é com certeza um hino, e que poderá ser passado de geração pra geração, como já foi o exemplo agora em 2010.

    Michael levantou a bandeira do Amor para a cura do Mundo, e as pessoas estão cada vez mais se conscientizando dessa verdade, dessa necessidade, dessa urgência.

    Michael não ficou só na teoria, ele fez...ele mostrou na prática. Com seus exemplos humanitários e de solidariedade, mostrou o caminho a seguir.

    Considero essa música como um hino de alerta, de consciência, um alimento pra alma. Considero essa música...vida!!

    Michael em todas canções que cria, dá vida em cada uma, naturalmente...é incrível!!! :O

    A canção We Are The Word foi feita com a alma, com toda sua energia vibrando num grau mais elevado possível, era como se ele colocasse vida em cada uma daquelas notas carregadas de dor, de fome, de choro, por nossos semelhantes...e conseguiu! ;)
    Essa canção deu vida a muitas pessoas, e continuará dando.

    Achei bem legal o que Michael escreveu em seu livro sobre esse momento:

    "No início de 1985 nós fizemos 'Nós somos o mundo', em uma sessão de gravação durante toda a noite com todas as estrelas, depois da cerimônia do American Music Awards.
    Eu escrevi a música com Lionel Richie depois de ver as imagens chocantes de pessoas com fome na Etiópia e Sudão.
    Naquela época, eu cantava para minha irmã Janet, um pouco do ritmo. Nem precisava ser a letra, só o ritmo ou uma nota.
    E dizia:
    "Janet, o que você vê? O que você vê quando ouve este som?
    Desta vez ela disse:
    'Eu vejo crianças morrendo na África.'
    'Certo. É isso que eu quis significar direto da minha alma.'
    E ela disse:
    'Você está falando sobre a África, você está falando de crianças morrendo.'
    Dali nasceu 'We are the world'. Íamos a um aposento escuro e eu cantava umas notas.
    Na minha opinião, todos os músicos deveriam ser capazes de fazer. Devemos saber nos apresentar e ser efetivos, mesmo numa sala escura.
    Perdemos um pouco disso por causa da televisão. Você deve saber mover as pessoas sem toda esta tecnologia avançada, sem imagens, só utilizando o som.
    Venho performando desde que me conheço por gente. Eu sei que muitos segredos, muitas coisas assim.
    Acho que "We Are The World" é uma canção bastante espiritual, mas espiritual em um sentido especial. Fiquei muito orgulhoso de fazer parte daquela música e de ser um dos músicos presentes naquela noite. Estávamos unidos pelo nosso desejo de fazer a diferença.
    E isso fez do mundo um lugar melhor para nós e uma diferença para as pessoas famintas que queríamos ajudar.
    Coletamos vários prêmios Grammy e começamos a ouvir versões fáceis de 'We Are the World' em elevadores, junto com Billie Jean.
    Desde que eu a escrevi, eu tinha pensado que esta canção deveria ser cantada por crianças. Quando eu finalmente ouvi sendo cantada por crianças na versão do produtor George Duke, quase chorei. É a melhor versão que eu ouvi."
    “We Are The World By Children”
    (Michael Jackson em sua biografia Moonwalk)

    Procurei pelo vídeo, mas não encontrei.

    Achei esse vídeo, e fiquei encantada vendo o efeito que Michael causou e causará sempre ao mundo com seus exemplos! O mundo está mais consciente.

    “O projeto Um Mundo bem Melhor - versão brasileira do movimento, idealizada pelos músicos e produtores brasilienses Walter Amantéa e Hudson Borges”
    O pessoal está cantando bem unido e com muito amor, por causas nobres. amei!! ;)
    http://www.youtube.com/watch?v=dPx7THH4OTM

    Michael...I love you more...L.O.V.E.

    ResponderExcluir
  5. Essa postagem tá demais, cara!

    We Are The World é, com certeza, um hino, Adrianice, que ficou imortalizado, indubitavelmente, pela participação ativa de Michael Jackson. É uma das composições mais lindas de todos os tempos!

    "Michael levantou a bandeira do Amor para a cura do Mundo, e as pessoas estão cada vez mais se conscientizando dessa verdade, dessa necessidade, dessa urgência".
    Isso mesmo, Maíra, foi iniciativa do Rei, sim, curar o mundo. Alguma coisa ele conseguiu fazer, com suas músicas e suas doações, mas, falta muito, ainda.

    Cara, esses vídeos extras são demais! O principal... speechless...

    MJ Forever!

    ResponderExcluir
  6. Assistindo o clipe e vendo as participações do Michael, constatamos o quanto ele faz a diferença. É impressionante!
    Na música, também com fins de arrecadar fundos para caridade, What More Can I Give, composta por ele, acontece a mesma coisa: toda a diferença quando ele canta!

    We Are The World deu a Mike dois Grammys, (junto com Lionel Richie e Quincy Jones) e a própria música recebeu dois prêmios.
    Não é pra menos, pois se trata de uma composição belíssima, além de evidenciar para o mundo a sensibilidade de Michael Jackson pelo sofrimento alheio e sua disposição em ajudar o próximo.

    Com essa música, muitas pessoas tiveram seus dissabores amenizados, graças a iniciativa do rei.

    Amei esse vídeo da brincadeira, Felipe!

    MJ Eterno!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  7. "We Are The World! Ela fazia parte do projeto 'USA For África', que tinha como objetivo arrecadar fundos para diminuir a fome e a pobreza extremas na África."
    Ninguém fez isso melhor do que Michael, Felipe. Ele que, como falou a Babi, se sensibilizava com o sofrimento alheio e estava sempre disposto a ajudar os mais necessitados. E mais, a iniciativa era sempre dele! Com toda a dedicação e boa vontade. Foi assim que, como Maíra falou, "Michael levantou a bandeira do Amor para a cura do Mundo".
    Certamente o mundo continua chorando, com sua perda.

    A composição é de uma beleza extrema, reunindo os melhores cantores e, tendo em seu ápice, ele, o Rei do Pop, Michael Jackson que, quando aparece, provoca arrepios de prazer.

    Esses vídeos estão demais!!!!! O do ensaio solitário vi "trocentas" vezes! Lindooooo!
    Obrigada pela postagem e pelos vídeos!

    MJ Forever!

    ResponderExcluir
  8. Não há comparação do primeiro We Are The World com o '25 - USA For Haiti'. Sinceramente, eu não gostei do segundo, com aquele toque de rap. E os cantores são bem menos talentosos, na minha opinião. O que salvou foi a parte do Michael, que não cortaram.

    Mas o 'USA For África' foi simplesmente demais! Michael estava feliz, fazendo as coisas que mais sabia: cantar e ajudar o próximo.

    Adoro essa canção!

    ResponderExcluir
  9. Concordo plenamente, cara, não dá pra comparar.

    MJ Eterno!

    ResponderExcluir
  10. We Are The World 25-USA For Haiti está, sim, muito aquém do USA For África.
    A meu ver, só duas coisas valem à pena: o objetivo da música e a linda participação do Michael!

    MJ Sempre!!!

    ResponderExcluir
  11. Como "Billie Jean", "We are the World", é essencial quando se fala de Michael Jackson!

    O take nos mocassins pretos com as meias brancas cintilantes, dançando e subindo pelo jeans, com a mão enluvada de cristais, tamborilando no bolso, até chegar ao lindo rosto do seu criador... é maravilhoso!!!

    Uso o singular, pq na "minha cabeça", foi ele que fez a música!!!
    Mesmo Lionel Richie tendo os créditos, penso que ele apenas deu uma ajudinha kkk (isso é coisa da minha cabeça hein pessoal?)

    Como disse nossa querida miga Maíra, essa música "é um hino" ... HINO DE AMOR AO PRÓXIMO!

    Quem assistiu os extras do DVD "We Are The World, Uma História por Trás da Música", edição especial do seu 20º aniversário, viu as cenas chocantes, onde as moscas que encobrem as crianças, não significam nada, comparando com a tristeza no olhar de suas faces cadavéricas...

    Aliás, todos os artistas que participaram, assistiram um vídeo similar...

    Foi justamente isto que despertou Harry Belafonte a procurar Ken Kragen, propondo que músicos americanos, ajudassem milhões de pessoas que estavam morrendo de fome na África!

    Na época do Natal, ele viu uma reportagem na TV sobre a fome na África e teve essa inspiração!

    Ken ligou para Quincy Jones e esse conversou com Michael Jackson, pq eles precisavam de uma música, mas uma música muitooooo boa!!! Ninguém melhor do que Michael, não é mesmo? Ele estava no ápice de sua carreira, e topou na hora!

    Essa música ecoou pelo mundo afora durante muito tempo!
    Teve até um dia, em que muitas rádios e tvs a tocaram simultaneamente!!!

    Foi um sucesso avassalador, que os próprios artistas não esperavam!!!

    Apartir daí, surgiram outros eventos do mesmo tipo... os americanos começaram a ver que em seu próprio país, havia muitos miseráveis... pessoas sem teto, passando fome também e que a mídia não mostrava...

    Um desses eventos foi o "Hands Across America", onde milhões de pessoas deram as mãos, formando uma corrente, da costa do Pacífico até a do Atlântico, ficando assim, de mãos dadas, durante algum tempo. Quem quiz participar, doou 10 dólares e toda a renda foi para os sem tetos americanos!

    Surgiram eventos similares em vários países... no Brasil parece que foi no Nordeste!

    "We Are The World" é um clássico e como tal, não deveria ter sido regravado, a não ser por uma causa muito nobre, com foi no caso da ajuda ao Haiti!

    Felipe, adorei rever tudo, através dos vídeos que vc postou... e ainda por cima, "What More Can I Give" nossa... adorei!!!

    Apesar de ter gostado do "We Are The World 25 - USA For Haiti", concordo com vcs, Felipe, Guto e Babi, o original é imbatível!!!

    E ainda bem que Michael esteve presente, porque sua ausência, teria sido uma grande heresia!!!

    MJ 4ever
    I love MJ

    ResponderExcluir
  12. "O take nos mocassins pretos com as meias brancas cintilantes, dançando e subindo pelo jeans, com a mão enluvada de cristais, tamborilando no bolso, até chegar ao lindo rosto do seu criador... é maravilhoso!!!"
    Essa sua descrição foi demais, Zú!

    "...que despertou Harry Belafonte a procurar Ken Kragen, propondo que músicos americanos, ajudassem milhões de pessoas que estavam morrendo de fome na África!"que despertou Harry Belafonte a procurar Ken Kragen, propondo que músicos americanos, ajudassem milhões de pessoas que estavam morrendo de fome na África!
    Zú, sempre pensei que a idéia tinha partido de Michael Jackson...

    Tiro o chapéu para a sua completa explanação sobre o "HINO DE AMOR AO PRÓXIMO", Zú.

    MJ Eterno!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  13. Obrigada pelo esclarecimento, Zú, porque, também, sempre pensei que a iniciativa da composição tinha sido do nosso Rei.
    Porém, pela sua admirável participação, pode se dizer que foi, pois ele depositou a sua alma no projeto.
    Seu comentário foi bastante informativo.

    ResponderExcluir
  14. Miga tá aqui olha...não é coisa de sua cabeça não...rsrsrsrs...Estava com saudades de você fofa... ;)

    “La Toya, irmã de Michael, que presenciou o processo de criação da música, revelou que a maior parte da letra foi escrita por Michael e que Lionel colaborou com alguns versos da canção. No entanto, em sua humildade, Michael NUNCA, JAMAIS fez comentários sobre o fato, pois o que importava era a grandiosidade do projeto e as pessoas envolvidas nele.”

    Michael disse que fizeram uma CANÇÃO DE AMOR para inspirar PREOCUPAÇÃO POR UM LUGAR DISTANTE, MAS PERTO DE CASA.
    Que fofo né??

    Não desmerecendo Lionel, mas era certeza de que a maior parte dessa sensibilidade toda, desse senso humanitário vinha mesmo de Michael.

    Não consigo imaginar outra pessoa sendo capaz de transformar um projeto desses com tanta grandiosidade, vida e magia com a mesma capacidade do nosso Michael.
    É como se as energias cósmicas enviassem à pessoa certa algo para ser transformado fantasticamente em prol da humanidade. Vejo isso em cada uma de suas canções humanitárias. Mesmo quando não eram de sua autoria e nem humanitárias, as energias se encarregavam de presenteá-lo, para que ele colocasse vida e magia nessas canções, e presenteasse o mundo, causando reflexão e consciência em todos.

    Concordo com vocês amigos, o original é incomparável e imbatível.
    Mas também vejo com muita admiração e respeito os outros projetos com os mesmos objetivos humanitários que foram criados a partir desse “projeto exemplo” com o imortal Hino da Solidariedade, que teve a participação fundamental de Michael.
    Muita coisa ainda precisa ser feita, ainda falta muito. O “pontapé” inicial foi dado majestosamente há 25 anos atrás, agora as pessoas estão se conscientizando, estão sendo mais solidárias, está havendo uma mudança...a mudança que Michael sempre sonhou.
    A importância que tem os outros projetos criados através dos alicerces do “USA FOR ÁFRICA” é o objetivo, o da solidariedade humana e a intenção não deve ser da comparação artística e sim da igualdade humana.
    Deve seguir o exemplo que foi passado através do projeto base, do projeto original, pessoas sem “ego” doando o melhor de si aos seus semelhantes mais necessitados.
    As pessoas estão se tornando mais conscientes sobre a igualdade humana.
    Está havendo uma mudança na consciência humana e essa mudança é uma das inúmeras lutas de Michael.

    “assim que os artistas chegaram ao estúdio de gravação, depararam-se com uma placa em frente ao estúdio que dizia:
    "POR FAVOR, DEIXEM SEUS EGOS DO LADO DE FORA!"”


    "E ainda bem que Michael esteve presente, porque sua ausência, teria sido uma grande heresia!!!" Zú
    Concordo em gênero, número e grau e assino em baixo. ;)

    ResponderExcluir
  15. "E ainda bem que Michael esteve presente, porque sua ausência, teria sido uma grande heresia!!!"

    Seria, realmente, um contrassenso, sim, Zú e Maíra.
    Aquela aparição inesquecível, sonora, tão bem descrita pela Zú, e sua causa nobre, tornam a regravação de We Are The World, "aceitável".

    ResponderExcluir
  16. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  17. Serela, eu tb sempre pensei que a idéia foi de Michael, mas só descobri isso tudo o que escrevi, dias antes de postar o comentário.

    Não sei se vcs viram no chat, que eu estava postando e perdi tudinho, pq a conexão caiu e eu não havia salvado o texto...

    Pois é!
    Nesse intervalo de tempo, assisti o DVD citado no comentário e foi através dele, que conheci alguns detalhes de WATW!!!

    Michael fez a música e se empenhou muito nas gravações etc, mas a idéia não partiu dele e sim do ator, produtor e músico Harry Belafonte, que junto com Michael, Lionel Richie e QJ, tb foi premiado com o Grammy um ano depois...

    Mas como disse a nossa miga Adrianice, Michael "depositou sua alma no projeto" e isso fez com que ele levasse os créditos de tudo!!!

    Maíra querida... saudades de ti tb kkk
    Adorei o seu esclarecimento... "em sua humildade, Michael NUNCA, JAMAIS fez comentários sobre o fato, pois o que importava era a grandiosidade do projeto e as pessoas envolvidas nele"...
    Michael é mesmo inegualável!!!
    Concordo com TUDO o que vc escreveu nesse seu comentário...
    "As pessoas estão se tornando mais conscientes sobre a igualdade humana.
    Está havendo uma mudança na consciência humana e essa mudança é uma das inúmeras lutas de Michael".


    Muito bom encontrar amigos, mesmo que virtuais, que pensam com eu...
    Valeu Guto!!!

    ResponderExcluir
  18. No último parágrafo, teve um erro de digitação pessoal...
    Leia-se "como eu..." e não "com eu...", ok?
    Bjkas

    ResponderExcluir
  19. eu amava e amo o michael,ele me parecia ser uma pessoa legal simpatico,q s preocupava com o planeta e amava o mundo,ele é uma pessoa muito especial,foi bom enquanto vc estava entre nos mickael,vc nos alegrava

    ResponderExcluir