quarta-feira, 15 de setembro de 2010

Michael Jackson num voo da Varig, em 1996

Marcelo Senna é o editor executivo do jornal 'Extra'. Em 1996, ele dividiu um voo da Varig para Salvador com, ninguém mais, ninguém menos, do que Michael Joseph Jackson. Ele relata sua experiência com o Rei do Pop nesse depoimento bem interessante. Confiram!

"Michael Jackson num voo da Varig sem primeira classe? Conta outra!"

"Ele tem um olhar muito frio. Congelante." Esta foi a primeira impressão que eu tive no voo Rio-Salvador, que compartilhei com Michael Jackson há 13 anos, quando ele estava gravando com o Olodum. Mas essa impressão lentamente desapareceu quando eu testemunhei um lado do cantor que talvez poucos podiam conhecer. Nos setenta minutos que permaneci de pé cinco metros na frente da estrela, eu tentei todas as formas de entrevistá-lo. Dois seguranças assustadores, que poderiam estar em "Thriller", evitavam que eu me aproximasse.

Mas se eu não o entrevistei, apesar de ser o único repórter do mundo ali, eu testemunhei, de muito perto, uma performance que provocou um barulho dos cintos sendo desatados e fez todo mundo virar o pescoço para a primeira cadeira do Boeing 737 da Varig.

Michael Jackson passou a maior parte do voo brincando com seus companheiros, um menino e uma menina de seis anos na época. Com eles, seu olhar era diferente. Era doce. Em local vip, pude acompanhar atentamente o que poucos viram e ouviram: a história em que MJ interpretava um leãozinho perdido na floresta. As crianças ficaram encantadas com os rugidos e os rostos durante a história. Eu também. Foi melhor do que qualquer um dos clipes da mega estrela na TV. Este foi um clipe quase exclusivo, para mim e para as crianças.

Aquele foi o voo do frisson. Os 81 passageiros só respeitaram o aviso de apertar os cintos na decolagem e na aterrissagem. Lá no alto, muitos queriam chegar perto do astro. Sem sucesso, claro, já que os enormes cães de guarda proibiam qualquer contato. O próprio mito tentava esconder o rosto em aproximações maiores. Um ou outro conseguiu uma foto para provar que esteve no avião com o maior ídolo da música pop. Afinal, quem acreditaria na história? Michael Jackson num voo de carreira da Varig sem primeira classe? Conta outra.

Ele usava uma jaqueta vermelha da equipe de futebol Torpedos Soccer Team, calças pretas e chapéu. Ele entrou no avião com sua inseparável máscara cirúrgica, que tirou apenas depois que as portas estavam fechadas.

Fui um privilegiado porque permaneci de pé na frente da primeira fileira e não pude sair dali por muito tempo. Já tinha combinado com as aeromoças que iria parar ali quando elas servissem a comida. Assim o fiz. Mesmo com os pedidos dos seguranças para voltar a minha cadeira, expliquei que o carrinho da comida bloqueava o caminho. Uma bela desculpa.

As aeromoças, por sinal, disputaram para ver quem o servia. Michael adorou o guaraná e comeu de tudo: canapés de queijo, presunto e salame; ovos de codorna, frango empanado, abacaxi, uvas e quindim (é, há 13 anos o serviço de bordo era bom assim). Só fez cara feia para o croquete de carne.

Mas, quem teve o maior privilégio foi o comandante do voo. Michael foi à cabine e cantou a cappella, "Heal The World", quando o avião estava sobrevoando a Ilha de Itaparica (próximo a Salvador). E eu estava pensando que já tinha tido os melhores momentos da minha vida antes disso!

- Marcelo Senna, editor executivo do Extra. Depoimento dado em 2009.



Créditos:
- Fórum The Essential
- Extra Online

© 2010 – MJJ FC – Os direitos autorais do texto pertencem só e exclusivamente a seu autor. É unicamente dever do autor garantir a integridade do mesmo.

22 comentários:

  1. Que bom pra ele (: Eu tenho certeza,que quando ele era criança ele acreditava em papai noel,aí ele ficou velho e o papai noel realizou o desejo dele (: Que bom,nesse época eu nem existia (:

    ResponderExcluir
  2. Que experiência gostosa, estar no msm vôo que o Michael!!!
    Ohhhh, como queria ter passado por isso!!!

    L.O.V.E.

    ResponderExcluir
  3. ESSA REPORTAGEM ME FEZ CHORAR.... UMA MISTURA DE SAUDADES COM VONTADE DE ESTAR LÁ NAQUELE DIA E DIZER O QUANTO ELE É IMPORTANTE PARA O MUNDO....

    ResponderExcluir
  4. É isso aí, cara... privilégio de poucos, né? Dele e dos demais passageiros do vôo abençoado. Experiência unica! E quem conseguiu uma foto com ele, certamente, ainda hj, continua nas nuvens.

    Agora, que apetite tinha o Rei, hein?!?!?

    O maior felizardo, indubitavelmente, foi o comandante... Heal The World, em acapella!!!

    Por que não fizeram um dvd desse vôo??? Não se pode perder um momento desses!!!

    Forever Michael!

    ResponderExcluir
  5. Achei esse depoimento profundo e interessantíssimo, pena não ter sido feito na época.
    Michael estava passando por um momento tão difícil e injusto...se fossem mostradas essas e outras verdades sobre ele, com certeza teria sofrido bem menos.

    O repórter se mostra encantado por ter vivenciado essa experiência maravilhosa e única. Afinal ele viu de perto a verdadeira beleza de Michael. Presenciou sua magia, sua inocência...sua pureza...
    Não só ele teve esse privilégio como todos que estavam naquele vôo, ele deixou bem claro isso.
    Porque será que ele guardou consigo essa experiência importantíssima por 13 anos? Por quê só deu esse depoimento após a “morte” de Michael?

    Ele sendo um repórter, poderia com facilidade ter levado esse comportamento, essa excentricidade de Michael para os meios de comunicação, para que o mundo todo visse também toda humildade, inocência e pureza de Michael.

    Se fosse uma excentricidade depreciativa com certeza teria se espalhado ao mundo, como sempre aconteceu.

    É evidente a influência que a mídia exerce sobre as pessoas.
    Se a mídia tivesse mostrado o verdadeiro Michael ao mundo, com ética e com o profissionalismo que deveriam ter, muitas pessoas não teriam a mesma impressão que o repórter teve, e nem outras piores que com certeza muitos tiveram e ainda tem.
    “Mas essa impressão lentamente desapareceu quando eu testemunhei um lado do cantor que talvez poucos podiam conhecer.”


    "Michael Jackson num vôo da Varig sem primeira classe? Conta outra!"
    Essa excentricidade de Michael é inacreditável? E porque as outras não??
    Porque é fácil acreditar num Michael esquisitão, louco... e não acreditar num Michael simples, humilde?

    Pena que todas as verdades e a magia de Michael estejam aparecendo só agora após sua “morte”.
    Mas, antes tarde, que nunca!

    ResponderExcluir
  6. Ouvir exclusivamente, do próprio Michael, 'Heal The World' em a cappella, sobrevoando a Ilha de Itaparica, deve ser uma experiência ÚNICA, INCRÍVEL, INEXPLICÁVEL!

    Nossa... muita sorte!

    ResponderExcluir
  7. "Porque será que ele guardou consigo essa experiência importantíssima por 13 anos? Por quê só deu esse depoimento após a “morte” de Michael?"

    Maíra, o voo aconteceu em 1996, e ele disse que foi há 13 anos. Ou seja, ele deve ter dado esse depoimento em 2009, mas não sabemos nem o dia e nem o mês, então não podemos dizer se foi antes ou após a morte.

    ResponderExcluir
  8. E bota única, incrível e inexplicável nisso, Felipe!
    Essa exclusividade foi um presente dos deuses...

    ResponderExcluir
  9. Migo Felipe, pelo que consta no site: extra.globo.com
    foi no dia da morte de Michael.
    "Publicada em 25/06/2009 às 22:23"

    http://extra.globo.com/lazer/materias/2009/06/25/michael-jackson-contou-historia-para-criancas-cantou-na-cabine-do-piloto-num-voo-para-salvador-756526167.asp

    ResponderExcluir
  10. Que Sorte teve esse jornalista...amei o depoimento mais concordo com a amiga maira numa época q ele precisa de depoimentos e materias como estas todos se calaram.
    Michael intepretando um leãozinho aii daria tudo p/ ter visto isso
    A experiencia de comandar um avião com michael cantando heal the world nussa muito massa com certeza foi unica para o comandante.

    ResponderExcluir
  11. Felipe, Maíra, me lembro de ter visto essa notícia na época da "partida" do Michael, em um Fórum... mas não me lembro qual... só lembro que fiquei babando ao ler a matéria!!!
    Afinal, Michael assim tão a vontade e ainda por cima cantando a capella "Heal the World", contando estórias ... não é pra qualquer um não!!!
    Deve ter sido muito emocionante para todos, ver Michael tão descontraído!
    Ele realmente foi uma pessoa especial, única!
    Todos os presentes no avião, devem ter guardado essa linda lembrança dele!
    Uma pena mesmo que na época esse episódio não foi divulgado...
    O mundo está conhecendo o verdadeiro Michael Jackson agora... infelizmente!

    MJ 4ever
    I love MJ

    ResponderExcluir
  12. É miga Kakau...esse depoimento também me causou uma sensação com uma mistura danada de sentimentos...
    Me coloquei nesse vôo...viajei literalmente, e me contagiei nesse amor, nessa magia que transbordou de Michael, e tive uma sensação de um momento de contemplação e êxtase, vivido por todos nesse vôo... Como já disse, deveriam sim ter compartilhado com o mundo esse momento tão encantador...seria maravilhoso e gratificante à todos, inclusive à Michael,...e não só à eles!

    Migo Guto...nós que não tivemos esse privilégio e nem fotos com ele, nos sentimos nas nuvens...esse pessoal que vivenciou tudo isso deve se sentir até hoje na lua, ou além dela,rsrsrs....
    E bota presente dos deuses migo...um presentaço!!!


    Miga Dy... o pior é que só as verdades foram caladas né???
    Também daria tudo pra ver Michael interpretando o leãozinho...humm...poderia interpretar leãozinho...lobinho...tudinho... :D

    Agora esse lance de ouvir Michael cantando bem de pertinho Heal The World, em acapella...aff...essa seria demais pra mim...guentaria não...eu teria um pirepaque fulminante...ploft... OMG :O


    Miga Zú... também vi em alguns fóruns...e também babei...até visualizei a cena...:D
    Nosso fofo ali todo descontraído e cantando...é o máximoooo!!!

    ResponderExcluir
  13. Que pessoa linda é o Michael! Cada dia o amo mais!

    É óbvio que a divulgação desse depoimento deveria ter sido feita à época do acontecimento, o que nos ajudaria a conhecê-lo melhor.

    Nós, brasileiros, com raras exceções, só "conhecemos" um cantor americano famoso, de nome Michael Jackson, negro, que se tornou branco, porque negava a própria cor, e que abusava de crianças. É essa a imagem da maioria das pessoas aqui do nosso país, lamentavelmente.

    Boa parte disso se deve à falta de divulgação de momentos, assim, como esse...
    Omitiram o lado bom do Michael e nos passaram informações totalmente distorcidas a seu respeito.

    Não é à toa que só vim conhecer o verdadeiro MJ depois de sua morte, porque, como esse depoimento, as boas informações só agora estão sendo mostradas.

    MJ Forever!!!!!

    ResponderExcluir
  14. "...as boas informações só agora estão sendo mostradas"

    É verdade Serela...
    Tem muita gente que ficou surpresa com o Michael mostrado em TII por exemplo!

    MJ 4ever
    I love MJ

    ResponderExcluir
  15. “Não é à toa que só vim conhecer o verdadeiro MJ depois de sua morte, porque, como esse depoimento, as boas informações só agora estão sendo mostradas.”
    Miga Serela...não foi só você, como eu tb e a maior parte do mundo, só viemos conhecer o verdadeiro Michael após sua “morte”, justamente por essas razões.

    “ Mostraram ao mundo um Michael “fabricado” por pessoas maldosas e egoístas, e tiraram dele o direito de ser, e o de todos também.”
    Deveriam ter nos mostrado o Michael como ele sempre foi, sem tirar e nem acrescentar nada. Deveriam ter nos mostrado o Michael na íntegra.

    Tudo teria sido bem diferente e muito gratificante à todos...com certeza.

    ResponderExcluir
  16. Serela, miga, vc disse tudo e mais um pouco.

    Sou uma vítima, tb, dessa omissão de informações na "íntegra", sobre o Michael. E faço companhia a muita gente q só veio saber o qto ele é maravilhoso, depois de sua morte.

    Q experiência incrível viveu esse pessoal, nesse vôo!!! Sortudos!

    MJ Eternoooooo

    ResponderExcluir
  17. Tudo que nos resta sobre essa viagem são poucas fotos, como essas 2 que coloquei aí. Foram as únicas que encontrei, mas já dá pra imaginar o Michael contando a história, fazendo 'caras e bocas' para interpretar o 'leãozinho', rsrs.

    ResponderExcluir
  18. É, Felipe, já dá para imaginar, sim, o que foi essa odisséia no espaço, só por essas duas fotos que você pôs aqui.
    Ele está muito lindo, gente! Lindo!

    Concordo com o pessoal sobre as informações não chegarem, a nós, de forma tempestiva.
    Mas, antes tarde do que nunca.

    Guto, ele é muito guloso mesmo, né? kkkkkkkkkkk Como ele comeu, hein??? Haja apetite!!!

    MJ Forever!

    ResponderExcluir
  19. sensacional! esse cara teve muuuita sorte...ele viu o maior talento de todos os tempos!

    ResponderExcluir
  20. AAAH que sorte teve esse cara, queria ser ele ;D

    ResponderExcluir
  21. Que sortudo! *--* eu tbm queria ser ele... Parabéns pelo post Felipe ;D

    ResponderExcluir
  22. qe reportagem legal (:
    cara de sorte²

    ResponderExcluir