quinta-feira, 24 de junho de 2010

Dangerous Tour: Um sucesso beneficente

Em 1992, Michael Jackson deu início a turnê que seria mais um de seus sucessos. A Dangerous World Tour foi a 2ª turnê solo do Rei do Pop, e tinha como principal objetivo a divulgação de seu último disco, 'Dangerous'.


Com um público de, aproximadamente, 3,5 milhões, a Dangerous Tour visitou a Ásia, Europa e a América do Sul. Ela foi a única turnê solo de Michael Jackson que veio ao Brasil. O Rei do Pop fez dois shows em São Paulo, nos dias 15 e 17 de outubro de 1993. Ele chegou no aeroporto de Cumbica e se hospedou no hotel Sheraton. Os shows foram no estádio do Morumbi, não puderam ser exibidos na tv e tiveram um público aproximado de 200.000 pessoas.


A turnê foi um verdadeiro sucesso! Além das inovações na música e na coreografia, o figurino de Michael também marcou história. Afinal, que artista inicia um show pulando de baixo do palco com roupa estilo militar? Uma das coisas mais intrigantes é o final dos concertos. Como sempre, Michael inovou ao encerrar o show voando a jato por cima do público. Na verdade, quem voa é um dublê, e não o próprio Michael Jackson.


Mesmo assim, esse final é incrivelmente criativo e extraordinário, assim como toda a turnê Dangerous. Michael quebrou mais e mais recordes, além de alegrar milhões de fãs ao redor do mundo. Infelizmente, ela foi interrompida devido às acusações de abuso sexual. No final, praticamente todo o lucro do Rei do Pop foi doado para instituições de caridade. Michael Jackson é a união perfeita de talento e generosidade. Quem ousa negar?



© 2010 – MJJ FC – Os direitos autorais do texto pertencem só e exclusivamente a seu autor. É unicamente dever do autor garantir a integridade do mesmo.

9 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. colocação perfeita, Felipe;
    Talento e generosidade
    numa só pessoa kér mais perfeição...? o.o
    dvd q todo mundo tem praticamente
    michael jackson live in bucharest the dangerous tour, todos podem apreciar o talento e a animação
    do Rei em sua turnê que veio ao Brasil arrastando multidões como sempre, turnê mais que perfeita
    mega produção *--*.
    MJ FOREVER

    ResponderExcluir
  3. Uma turnê com uma performance perfeita! Um show man, um espetáculo de talento! No final, idéia dele, inédito, era um dublê sim, dava pra todo mundo ver. O cara é único!
    MJ Forever

    ResponderExcluir
  4. Ele arrasou nessa turnê!
    Todos nós sabemos que o lance do "astronauta voador" era um dublê sim!
    Acho que não existe fã que não tenha o DVD que o Rodrigo citou! É muito lindo!
    Só Michael mesmo prá doar toda a renda...
    Quem hoje em dia pode se dar ao luxo de fazer uma coisa dessas??????
    O "ruim" dessa turnê, é que o show no Brasil não foi gravado e EU NÃO FUI...
    MJ 4ever!!!

    ResponderExcluir
  5. Esse foi o primeiro show do Michael que eu tive. E tambem acho que é um dublé que vai no lugar do Michael no final do show mas a ideia é de Michael :)

    ResponderExcluir
  6. Andresa, a idéia foi dele sim.
    Como tudo o que ele fazia no palco!
    Sempre foi ele que bateu o martelo em tudo!
    Em todos os seus Shows, vídeos, havia algo NOVO prá se ver e sempre era algo muito lindo!
    Michael não foi como muitos que estão aí hoje em dia. Medíocres!
    Até o lance dele receber a fã no palco, muitos copiaram!
    MJ forever!

    ResponderExcluir
  7. bom Felipe eu concordo com vc Dangerous é um espetáculo à parte, mas axo q o ASTROnauta ´pe mesmo o MJ, pois seu jeito me leva a acreditar, e na turne axo q de bucarest, eu tentei acreditar q era um dublê, mas ele me convenceu q era ele....vai saber.

    ResponderExcluir
  8. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  9. Amanda, a intenção era essa: fazer com que o dublê 'imitasse' o jeito do MJ, p/ pensarem que era ele. :)

    ResponderExcluir