quinta-feira, 23 de dezembro de 2010

Merry Christmas!

"É um grande privilégio para mim ter essa oportunidade de mandar para todos os meus fãs do Reino Unido uma mensagem nesse dia tão importante. Neste dia, mais do que em outros, nos concentramos em amarmos uns aos outros e nos doarmos. Vamos fazer isso, não só em uma dia do ano, mas nos 365 dias. A Heal The World Fundation está funcionando e realizando doações valiosas. Porém o mais importante é amarmos uns aos outros, esquecer o ódio e nos voltarmos para aqueles que estão sofrendo. Não só hoje, mas em todos os dias. Junte-se a mim para curar o mundo e fazer dele um lugar melhor. Obrigado!"

- Michael Joseph Jackson
--------------------------------------------------------


Natal é época de confraternização, solidariedade. Mas não devemos ser solidários só no Natal. Devemos ser generosos sempre, não apenas em datas comemorativas.

Que o seu Natal seja repleto de paz, alegria e realizações. Tente lembrar-se do verdadeiro sentido dessa data, que é muito mais do que simples trocas de presentes. Dê amor no Natal, e faça esse amor durar durante todo o ano de 2011!

Como essa é a última postagem de 2010, já quero deixar os meus votos de Feliz Natal e Ano Novo cheio de realizações para quem visita o blog! Espero que vocês continuem vindo aqui em 2011, para compartilhar conosco sua incrível admiração pelo Rei do Pop.

Enfim, encerro esse post com vídeos feitos pela fã Mary, com mensagens de 51 fãs em homenagem a Michael. Espero que gostem!

NOS VEMOS EM 2011!


Parte 1

Parte 2

Parte 3



© 2010 – MJJ FC – Os direitos autorais do texto pertencem só e exclusivamente a seu autor. É unicamente dever do autor garantir a integridade do mesmo.

quinta-feira, 16 de dezembro de 2010

Hold My Hand

Hold My Hand foi lançada no dia 15/11/2010 como o primeiro single do novo álbum 'Michael'. É uma maravilhosa música, resultado da parceria do Rei do Pop com o cantor Akon.

Em 2008, uma versão inacabada da canção vazou. Agora, com o álbum Michael, Hold My Hand foi finalizada e está mais perfeita do que nunca. TOP 10 em diversos países! A Sony e o espólio revelaram ter uma nota escrita a mão pelo próprio Rei do Pop, declarando o seu desejo de que Hold My Hand fosse o primeiro single do próximo álbum. E assim foi feito.

"Essa vida não dura para sempre/Então me diga o que estamos esperando/Juntos podemos ser fortes/Nós podemos agarra-nos uns aos outros até que o sol surja/Portanto, se você apenas segurar minha mão/As coisas vão melhorar se você só segurar minha mão/Segure minha mão" diz a música, transmitindo a mensagem de que 'a únião faz a força'.

No dia 09/12/2010 o clipe Hold My Hand foi divulgado. O primeiro clipe póstumo do Rei do Pop! Com a participação de Akon, o vídeo contém diversas imagens de Michael Jackson e de fãs, que são exibidas ao som do 'hino'. "O vídeo é um tributo a tudo aquilo que Michael representa: a vida e todas as suas formas, o amor e sua energia. É um vídeo de lembranças", declarou Mark Pellington, o diretor.

Não há como não ficar triste ao ouvir Hold My Hand. A saudade toma conta da música, do início ao fim. Como Michael mesmo disse, "essa vida não dura para sempre". E, realmente, não dura. Ele se foi, e tudo que nos resta é espalhar seu legado e admirar seu talento, que continua registrado em canções e apresentações.

Se nos unirmos, tudo melhorará.

Por isso, SEGURE MINHA MÃO!




© 2010 – MJJ FC – Os direitos autorais do texto pertencem só e exclusivamente a seu autor. É unicamente dever do autor garantir a integridade do mesmo.

quarta-feira, 1 de dezembro de 2010

O que realmente aconteceu com Michael Jackson?

Como todos já devem saber, Joseph Jackson está no Brasil. Motivo: divulgar, junto com Leonard Rowe, o livro 'O que realmente aconteceu com Michael Jackson?'. Segundo eles, o Rei do Pop teria sido assassinado!

O livro trata de uma 'conspiração' da Sony. "Michael era dono de metade da Sony Music. Ele era dono de um catálogo com milhares e milhares de canções. As pessoas não queriam que ele fosse dono desse catálogo, eles queriam tirar isso dele, e uma das coisas que Michael me disse foi: 'Rowe, eles me matariam por esse catálogo!' Na época eu não acreditei", disse Leonard, autor do livro, no 'Domingão do Faustão'. Essas palavras lembram alguma coisa? Revendo a entrevista de Lisa Marie Presley com Oprah Winfrey, me deparei com Lisa falando o seguinte: "O final da conversa foi ele me dizendo que sentia que iam tentar matá-lo por causa do catálogo. [...] Não vou mencionar os nomes, mas ele expressou uma preocupação sobre sua vida". Diante de tudo isso, não tem como não ficar com uma pulga atrás da orelha!

Quanto ao testamento, Joseph e Leonard Rowe foram previsíveis. "Michael deixou bem claro para mim: 'Eu quero que você separe uma certa quantia de tudo que eu fizer e dê à minha mãe. Essa quantia é para minha mãe e meu pai'. Joe nunca foi deixado de fora, mas é isso que eles querem que o publico acredite para que eles possam continuar roubando a riqueza do Sr. Jackson", disse Rowe para o Faustão.

Na mesma entrevista, Leonard desviou o assunto e comentou sobre o apego de MJ pelo Brasil: "Michael e eu conversamos sobre o que ele faria depois da turnê em Londres, quando acabasse. Ele disse 'Nós vamos fazer uma turnê pelo mundo!'. Mas o primeiro lugar que ele gostaria de vir era a América do Sul, porque ele amava o Brasil. [...] E é por isso que eu quis lançar o livro primeiramente aqui". O Rei do Pop sempre declarou que tinha um apreço especial pelo nosso país. Prova disso é o clipe They Don't Care About Us. Mas Michael disse que This Is It seriam suas últimas apresentações. Não tem sentido já estar pensando em uma próxima turnê. Estranho...

Na minha opinião, o lançamento desse livro chega a ser perigoso. Todos sabem que Tommy Mottola não é flor que se cheire. Se o livro estiver certo sobre esse assassinato, não duvido de mais nada. "O lado obscuro da indústria do entretenimento" é a frase presente na capa. É esse lado 'obscuro' que Leonard quer mostrar, e que com certeza existe.


© 2010 – MJJ FC – Os direitos autorais do texto pertencem só e exclusivamente a seu autor. É unicamente dever do autor garantir a integridade do mesmo.

quarta-feira, 24 de novembro de 2010

Michael Jackson's Vision

Segunda-feira, dia 22/11, a Sony, reunida com o espólio, lançou o Box Vision. Com 4:30h de puro Michael Jackson, o box inclue: 3 DVDs que retratam todos os clipes do Rei do Pop, caixa com efeito 3D e um livreto. Verdadeira obra!

Dentre os 42 clipes presentes nos DVDs, está One More Chance! Isso mesmo, o mais novo videoclipe de Michael, divulgado recentemente. Nele, MJ está na plateia, cantando e dançando, enquanto o público está no palco, assistindo a performance atentamente. Estranho, não? O vídeo foi gravado em 2003 e ficou inacabado devido às acusações. Não tem 'efeitos especiais', é simples, mas muito bom!

'Uma reunião completa da obra de Michael': esse é o Box Vision! Para fãs antigos, fãs novos, colecionadores e até não-fãs. O Michael Jackson's Vision é um mesclado de toda a genialidade e ousadia do Rei do Pop, revelando o que o mundo já sabe: Michael Joseph Jackson foi, é, e sempre será o maior artista de todos os tempos.

----------------------

DISC 1

1 Don't Stop 'Til You Get Enough
2 Rock With You
3 She's Out of My Life
4 Billie Jean
5 Beat It
6 Thriller
7 Bad
8 The Way You Make Me Feel
9 Man In the Mirror
10 Dirty Diana
11 Smooth Criminal
12 Another Part of Me
13 Speed Demon
14 Come Together
15 Leave Me Alone
16 Liberian Girl

DISC 2

1 Black or White
2 Remember The Time
3 In the Closet
4 Jam
5 Heal The World
6 Give In To Me
7 Who Is It
8 Will You Be There
9 Gone Too Soon
10 Scream
11 Childhood
12 You Are Not Alone
13 Earth Song
14 They Don't Care About Us
15 Stranger In Moskow
16 Blood On The Dancefloor
17 Ghosts
18 You Rock My World
19 Cry

DISC 3

1 Blame It On the Boogie - The Jacksons
2 Enjoy Yourself - The Jacksons
3 Can You Feel It - The Jacksons
4 Say Say Say - Paul McCartney & Michael Jackson
5 They Don't Care About Us - Prison version
6 Why? - 3T featuring Michael Jackson
7 One More Chance - previously unreleased

----------------------

Adquira o seu Vision!

- Sony Music
- Amazon.com
- Amazon UK
- HMV.com
- CDJapan
- CDPoint
- Livraria Cultura



© 2010 – MJJ FC – Os direitos autorais do texto pertencem só e exclusivamente a seu autor. É unicamente dever do autor garantir a integridade do mesmo.

terça-feira, 9 de novembro de 2010

Novo álbum: 'Michael'


Clique na imagem para visualizar no tamanho original.

Chegou o grande momento. Depois da espera incansável de milhares de fãs, finalmente o álbum com inéditas de Michael Jackson será lançado! A Sony divulgou, juntamente com o espólio, que o álbum 'Michael' chegará no dia 14 de dezembro.

Antes do lançamento, polêmicas já começaram. Uma delas é com a capa. O cantor Prince moveu uma ação para que um pequeníssimo detalhe fosse retirado da capa de 'M
ichael'. Ao lado do tigre e embaixo de Dangerous, há um símbolo que pertence a Prince. "A permissão não foi concedida. A Sony retirou o símbolo", disse. A arte da capa é uma montagem com todas as eras de MJ. No centro, 2 anjos colocam uma coroa em sua cabeça. Além disso, fotos de figuras importantes na vida do Rei do Pop também são vistas: Prince, Paris, Blanket, Katherine, Lisa, Brooke Shields, Princesa Diana, Janet, entre outros.

Confusão mesmo, quem está fazendo é a própria família Jackson. Todos eles, inclusive os filhos de Tito (3T), estão criando uma enorme polêmica, pois acreditam que a voz das canções não é
de Michael Jackson. O pior de tudo é que estão envolvendo Prince, Paris e Blanket nisso. Taryll, um dos 3T, quer que eles falem que a voz não é do pai. Um suposto e-mail de Paris Jackson enviado ao espólio diz que a voz é fake. Mas o e-mail foi enviado num horário que ela estaria na escola. Ou seja, mais polêmica!

De qualquer forma, os fãs esperam ansiosos o novo CD. Será o primeiro álbum póstumo de canções inéditas. Michael Joseph Jackson, morto ou vivo, nunca perderá sua coroa.

--------------------------------


Tracklist do álbum:

01. Hold My Hand (feat. Akon)
02. Hollywood Tonight

03. Keep Your Head Up
04. (I Like) The Way You Love Me

05. Monster (feat. 50 Cent)

06. Best Of Joy
07. Breaking News
08. (I Can’t Make It) Another Day (feat. Lenny Kravitz)

09. Behind The Mask
10. Much Too Soon


© 2010 – MJJ FC – Os direitos autorais do texto pertencem só e exclusivamente a seu autor. É unicamente dever do autor garantir a integridade do mesmo.

quarta-feira, 3 de novembro de 2010

Lisa Marie e Oprah Winfrey

No dia 21 de Outubro, quinta-feira, entrou no ar a entrevista que Lisa Marie Presley concedeu para Oprah Winfrey. Foi a primeira (e última, segundo ela) vez que a filha de Elvis Presley falou abertamente sobre seu casamento com Michael Joseph Jackson, após o dia 25 de Junho.

Oprah Winfrey é considerada a mulher mais influente da história. Ela conseguiu o privilégio de entrevistar o Rei do Pop em 1993. Na época do julgamento, Oprah fez infelizes insinuações sobre Michael, dizendo, por exemplo, que 'ele só foi inocentado porque era uma celebridade mundialmente famosa', coisas assim. Mas nada disso impediu que a entrevista de Presley ocorresse.

Com 4 filhos e casada com o guitarrista Michael Lockwood, Lisa declara só ter compreendido Michael após sua morte: "No último um ano e meio venho tentando ganhar clareza. [...] Agora, em retrospecto, quero deixar bem claro que o compreendo mais do que nunca. [...] Eu voltei a ter todo esse amor e compreensão por ele de novo" diz.

Apesar de tudo, Lisa voltou a afirmar que "Era um casamento normal de todos os modos. Tudo era dito. De madrugada, se ele precisava acordar e me contar algo, falar comigo, me acordar para conversar, se havia problemas... [...] Ele não dormia muito, às vezes nem eu dormia porque ele não conseguia. Eu e ele no meio dos travesseiros. Era com carinho".

Ao ser questionada por que se apaixonou por Michael Jackson, ela respondeu: "Ele era uma pessoa incrivelmente dinâmica. [...] Eu nunca me senti tão elevada na minha vida. Não minto quando digo isso. Ele tinha algo encantador. [...] Acho que eu nunca fiquei tão encantada assim por nada mais. [...] Era como uma droga pra mim. Eu sentia que sempre queria ficar com ele, ser parte dele". E Oprah Winfrey completou: "Eu entendo o que você quer dizer. Porque quando fui conhecê-lo antes da entrevista, em 1992, é como se ele te iluminasse com uma luz. Quando ele mostra isso, se abre e deixa essa luz passar, você só quer permanecer nela".

Mas talvez o momento mais impressionante da entrevista, foi quando Lisa Marie Presley revelou algo estranho que aconteceu no dia 25 de Junho. Ela simplesmente teve uma crise de choro, antes de saber da triste notícia. "Eu estava na Inglaterra. Não sei por que, mas era o dia mais estranho da minha vida. Eu chorava o tempo todo. Não sei o motivo e normalmente não faço isso. Tentando trabalhar, voltei para casa, já estava até pisando no jardim. Eu queria assistir TV, parar de chorar. Olhava para o meu marido, não sabia o que acontecia comigo. Não conseguia parar. Uma hora depois avisaram e eu soube". Ainda em 'choque' com o falecimento do ex-marido, Lisa postou um texto no seu blog:

"A pessoa que falhei em ajudar está sendo transferida para autópsia em LA. Toda minha indiferença e desapego que me esforcei tantos anos para alcançar desceu pelo ralo e nesse instante eu emergi."

Talvez no meio de tanta indiferença, tenha restado um pouco de amor e consideração por Michael.




Confira a entrevista completa em 3 partes:


Parte 1

Parte 2

Parte 3


© 2010 – MJJ FC – Os direitos autorais do texto pertencem só e exclusivamente a seu autor. É unicamente dever do autor garantir a integridade do mesmo.

quarta-feira, 27 de outubro de 2010

Black Or White

Black Or White foi o primeiro compacto do álbum Dangerous, lançado no final de 1991. Composta por Michael Jackson (apenas o RAP foi composto por Bill Bottrell), e apelando para a igualdade racial, a canção ficou em primeiro lugar em dezenas de países. O single tornou-se o mais vendido da década de 1990.

"Não importa se você é preto ou branco / E eu falei sobre igualdade / Eu estou cansado desse mal / Eu estou cansado dessa coisa / Eu estou cansado desse negócio / É uma guerra de territórios numa escala global / Não se trata de raças, apenas lugares, rostos / Eu não vou passar a minha vida sendo uma cor", diz Black Or White, protestando contra o preconceito.

Sendo um dos mais marcantes na carreira de Michael Jackson, o vídeo começa com Macaulay Culkin escutando uma música alta no quarto, até que seu pai reclama. Irritado, ele aumenta o volume das caixas de som e toca uma guitarra, levando o pai para a África. Assim a música começa. Michael canta e dança com pessoas de vários locais e culturas. O videoclipe também contou com um efeito inétido até então. Vários rostos (negros, brancos, loiros, morenos, gordos, magros...) sofrem uma 'metamorfose', transformando-se uns nos outros.

Mas a polêmica começa quando Michael Jackson realiza passos de dança em um beco bastante escuro e deserto. O Rei do Pop quebra carros, janelas, garrafas... A mídia falava que o clipe 'poderia ser uma má influência', enquanto o seu objetivo era totalmente contrário. Para finalizar, é mostrada a frase 'Prejudice is ignorance', ou seja, 'Preconceito é ignorância'. Obviamente, a imprensa ignorou o apelo positivo que Black Or White realizava.

Tentando acabar com a polêmica, Michael cortou os últimos minutos do vídeo e comunicou: "Entristece-me pensar que 'Black or White' poderia influenciar qualquer criança ou adulto a ter um comportamento destrutivo. Eu sempre tentei ser um bom exemplo e, portanto, fiz estas mudanças para evitar qualquer possibilidade de, inadvertidamente, afetar o comportamento de qualquer indivíduo". Para dar motivo ao corte, mensagens racistas foram colocadas, digitalmente, nos objetos que Michael quebrou. "Hitler vive", "Não sentem seus traseiros molhados aqui" e "Negros, voltem para casa", foram algumas delas.

Porém, tanta polêmica não impediu que Black Or White se tornasse o videoclipe de maior estreia, com uma audiência média de 500 milhões. Parece que John Landis, também produtor de Thriller, conhecia o segredo do sucesso. Michael Joseph Jackson novamente parou o mundo com seu talento, genialidade e ousadia.

"E eu falei sobre igualdade!"

© 2010 – MJJ FC – Os direitos autorais do texto pertencem só e exclusivamente a seu autor. É unicamente dever do autor garantir a integridade do mesmo.

quarta-feira, 20 de outubro de 2010

O último Natal de Michael Jackson

7 Quartos, 13 banheiros, 12 lareiras, sala de projeção, casa de hóspedes, piscina e jardim. Foi numa mansão assim que Michael Jackson teve sua última ceia de Natal. Em 2008, o Rei do Pop convidou o dermatologista Arnold Klein para passar o Natal com ele e seus filhos, Prince, Paris e Blanket.

A atriz Carrie Fisher, que interpretou a 'Princesa Leia' em Star Wars, também comemorou o Natal com Michael e os filhos. As crianças eram fãs da saga, e adoraram a surpresa.

Depois da comemoração, Michael colocou Prince, Paris e Blanket para dormir. Será que eles aproveitaram a noite? Tomara que sim! Pois aquele foi o último Natal do mundo com Michael Joseph Jackson em vida. Arnold Klein e Carrie Fisher foram muito, muito, muito p
rivilegiados por estarem lá.

Fisher não exitou em relatar
qual a impressão que teve de Michael e os 3 P's:

"Eu não acredito que Michael tenha feito algo de inconveniente, não só para seus filhos, mas para qualquer outra criança. Ele era uma criança mesmo. Nunca de forma alguma o vi como alguém que foi capaz de fazer aquilo que o acusaram. Ele era devotado à sua família. Em uma cidade onde você muitas vezes ver os filhos de celebridades aos cuidados dos outros, nunca vi nada parecido com Michael e seus filhos. Eu diria que ele era um pai presente, mas como a imprensa e alguns do público são como são, eu não quero dizer nada que pudesse ser interpretado diferente do que a cena de amor que observei entre os três filhos e a ele mesmo. Eu não iria ganhar nada em afirmar isso. Michael foi a alma mais doce que já encontrei. Ele foi generoso e educado. E onde você poderia esperar ver crianças mimadas, seus filhos não mostraram nada disso." (2009)

Os momentos da celebr
ação ficaram registrados em algumas fotos. Confiram:


Nunca mais haverá outro Natal com Michael Jackson...



Fonte de informações:
Fórum The Essential

© 2010 – MJJ FC – Os direitos autorais do texto pertencem só e exclusivamente a seu autor. É unicamente dever do autor garantir a integridade do mesmo.

terça-feira, 12 de outubro de 2010

We Are The World - USA For África


No início de 1985, 45 importantes nomes da música se reuniram em Hollywood, no A&M Studios, para gravar uma única canção: We Are The World! Ela fazia parte do projeto 'USA For África', que tinha como objetivo arrecadar fundos para diminuir a fome e a pobreza extremas na África. Composta por Michael Jackson e Lionel Richie, e produzida por Quincy Jones, We Are The World fala que, se nos unirmos, podemos fazer um mundo melhor.

Entre os vocais estavam Michael Jackson, Lionel Richie, Paul Simon, Tina Turner, Diana Ross, Bruce Springsteen, Stevie Wonder, Ray Charles, entre vários outros. Os irmãos de Michael (Jackie, LaToya, Marlon, Tito e Randy), também participaram. Prince, Madonna e Liza Minnelli foram convidados para participar da canção, mas não se tornaram presentes. Certamente eles não imaginavam que We Are The World faria tanto sucesso!

Além do single, foi lançado também um clipe com a filmagem da gravação. Obviamente, o lucro desse vídeo foi revertido para a campanha 'USA For África'. No final das contas, We Are The World se tornou um dos compactos mais vendidos de todos os tempos, e conseguiu lucrar milhões, milhões e milhões de dólares. Tudo serviu apenas para a caridade. Só podia ter Michael Jackson no meio!

Em fevereiro de 2010, 'We Are The World 25 - For Haiti' foi lançada. Dessa vez, arrecadando fundos para ajudar as vítimas do terremoto no Haiti. Algo admirável foi que, no clipe e na gravação, não cortaram a parte de Michael. Talvez tentando manter sua memória sempre viva, afinal, ele foi o maior responsável por tudo aquilo. Quem teria coragem de cortar a voz mais bonita da canção?

We Are The World salvou diversas vidas, e nos transmitiu uma mensagem: Se cada um fizer sua parte, podemos criar um mundo mais feliz, com menos sofrimento, mais paz! Pois NÓS SOMOS O MUNDO!



We Are The World - USA For África

Outros vídeos:
We Are The World 25 - For Haiti

Michael gravando o refrão de We Are The World

Michael brincando em We Are The World

What More Can I Give


© 2010 – MJJ FC – Os direitos autorais do texto pertencem só e exclusivamente a seu autor. É unicamente dever do autor garantir a integridade do mesmo.

domingo, 3 de outubro de 2010

A voz de Thriller: Vincent Price

O ator Vincent Price nasceu em 27 de maio de 1911 (há cerca de 100 anos). Sua voz 'tenebrosa' contribuiu para que ele fosse chamado para diversos filmes de terror e suspense. Price atuava ou narrava constantemente curtas, médias e longas metragens desses gêneros.

Michael lançou o álbum Thriller em 1982. Como o nome já indicava, a música-título do disco falava de terror. E, naquela época, a figura mais relacionada com o tema 'terror' era Vincent Leonard Price. Claro que ele foi chamado para participar da canção. Com um 'tom assustador', e usando sua voz fantasmagórica (estilo Cid Moreira americano), Vincent gravou um 'poema de terror' para o single:

"A escuridão cai sobre a terra
A hora da meia-noite está próxima
Criaturas rastejam em busca de sangue
Para aterrorizar sua vizinhança
Quem quer que seja encontrado
Sem uma alma para oferecer
Deve permanecer e enfrentar os caçadores do inferno
E apodrecer dentro de um cadáver

O fedor abominável está no ar
O ranço de quarenta mil anos
Zumbis grisalhos de todas as tumbas
Estão se aproximando para selar seu destino
E apesar de você lutar para sobreviver
Seu corpo começa a sentir calafrios
Pois nenhum mero mortal pode resistir
À malevolência do terror"

Em 1990, Vincent Price contracenou com Johnny Depp, naquele que seria seu último filme: "Edward, Mãos de Tesoura", onde interpretava um 'inventor maluco'. Em 1993, 82 anos, ele faleceu com cancro no pulmão. Sua voz conseguiu registrar a história cinematográfica, e a marca de Price continuará viva em todos os filmes que tiveram sua participação.


© 2010 – MJJ FC – Os direitos autorais do texto pertencem só e exclusivamente a seu autor. É unicamente dever do autor garantir a integridade do mesmo.

terça-feira, 28 de setembro de 2010

"Oh deus, ele está tomando Demerol!"

A morte de Michael Jackson chocou todo o mundo. Fãs, familiares, amigos, imprensa, enfim, todos ficaram perplexos com sua partida. Não é pra menos. Afinal, ele era o Rei do Pop, da música, do entretenimento. Michael foi revolucionário, único. Suas ações caridosas salvaram vidas e levaram alegria para muitas crianças. Sim, Michael Joseph Jackson foi um ser humano, e, como tal, ele também cometia erros. Mas seu talento e bondade encobriam qualquer defeito.

Por trás de todo o abalo causado pela morte do Rei do Pop, há um mistério. A causa, todos nós já sabemos: o uso exagerado de analgésicos, anestésicos, antidepressivos, entre outros. Mas, quem foi o verdadeiro culpado pelo seu falecimento? Suicídio, homicídio, ou ele foi vítima de uma conspiração que planejou sua morte? Vamos analisar isso.

Pelo que dizem, Michael estava realmente dependendo de medicamentos. Não devemos julgá-lo por isso. Imagine o quanto ele sofreu, para acabar dependente de antidepressivos, e quantas dores ele sentiu, para ficar viciado em analgésicos. Tente imaginar o número de noites sem dormir que Michael Jackson passou, para, no final, ficar sujeito a tomar anestésicos fortes, apenas para poder ter noites de tranquilidade. Não, ele não queria isso.

A história mais conhecida é que Michael se viciou em medicamentos após o acidente no comercial da Pepsi e, com as acusações e todo o sofrimento, isso foi evoluindo, até que ele passou a tomar dezenas de comprimidos por dia. A partir daí, vários personagens foram entrando nesse contexto. Elizabeth Taylor foi um deles. Na época da primeira acusação, ela colocou MJ numa clínica de reabilitação na Irlanda do Norte.

"Eu sofri e lidei com o mesmo tipo de problema médico que agora aflige meu amigo Michael Jackson. Por causa disso e por nossa amizade, quando os médicos ligaram perguntando se eu poderia ajudar, fiquei contente em intervir. Viajei até a cidade do México, onde vi com meus próprios olhos que Michael precisava de atenção médica especializada. Por minha própria experiência no vício em remédios com receita, pude fazer uma série de ligações em busca do melhor e mais apropriado tratamento para o Michael. Ele agora está fazendo esse tratamento na Europa. Só repetirei que sou amiga de Michael Jackson, eu o amo como a um filho e o apoio de todo o coração." disse Elizabeth, que não revelou a clínica em que Michael estava internado.

Mas, infelizmente, esse tratamento não adiantou. Era necessário algo mais intenso. O Rei do Pop voltou a tomar remédios alguns anos depois. Para piorar a situação, em 2009 ele contratou um médico, Conrad Murray, que iria acompanhá-lo durante a turnê This Is It. Por ambição, imprudência, ou simplesmente incapacidade, o 'Doutor' Murray dava tudo que Michael pedia; desde remédios simples, até os fortes e perigosos. Entre eles estavam o Demerol, Propofol, Metadona, Valium e Oxycontin. Esses medicamentos não são como o Dorflex, que é muito comum termos em casa, na bolsa, no estojo. A maioria deles são utilizados apenas em hospitais, e com extrema cautela. Doses maiores do que o recomendado podem ser fatais. Certamente Conrad Murray esqueceu que um médico deve fazer o melhor para seu paciente, independente de dinheiro, de pedidos, ou qualquer outra coisa.

Michael se encontrou sozinho. Ninguém interferiu, ninguém o ajudou. Onde estavam os que hoje choram por sua partida? Onde estavam seus amigos, sua família? A mídia só tratava de pisar em sua dignidade, sujar sua imagem. Ele estava sem apoio. Faltou um ombro amigo para falar: "Chega! Você não vai tomar mais nada!". Ninguém teve essa atitude. E, depois de tudo isso, eu só consigo chegar a uma conclusão: o descaso do mundo matou Michael Jackson! Não foi apenas um médico incompetente, não foi apenas um vício em remédios. O Rei do Pop foi morto pelo mundo. Sua morte começou há muito tempo, quando as pessoas esqueceram que ele era um SER HUMANO, igual a todos nós. O que aconteceu em Junho de 2009 foi apenas uma consequência de uma vida muito sofrida.

E, agora, o que resta para nós, fãs, é manter vivo o legado do grande gênio, que não recebeu o devido reconhecimento da sua contribuição nesse planeta tão preconceituoso e egoísta.

"Nós o abandonamos. Permitimos que aquela criatura magnífica, que um dia agitou o mundo, caísse enquanto tentava construir uma família e reconstruir sua carreira. Estávamos ocupados demais fazendo julgamentos. A maioria de nós lhe deu as costas." - Madonna

---------------##########---------------

Clique aqui para conferir a letra da música 'Morphine', do álbum Blood On The Dance Floor, onde Michael fala sobre o Demerol.



© 2010 – MJJ FC – Os direitos autorais do texto pertencem só e exclusivamente a seu autor. É unicamente dever do autor garantir a integridade do mesmo.

quinta-feira, 23 de setembro de 2010

A ponte cai - Michael Jackson and Friends


Em 1999, Michael Joseph Jackson participou do 'Michael Jackson & Friends', shows beneficentes que teriam a participação de vários artistas, e que apoiariam a 'Fundação de Ajuda às Crianças Nelson Mandela', a 'Cruz Vermelha' e a 'UNESCO'. Após se apresentarem na Coréia, Michael e os outros artistas seguiram para a Alemanha, onde iriam realizar um concerto no Estádio Olímpico de Munique.


Era Junho de 1999. Às 5 horas da tarde, o show começou. Vários artistas se apresentaram, até que chegou a vez de... MICHAEL JACKSON! A performance mais esperada de todas. Ele entrou no palco e começou um Medley, como aquele que cantou no MTV Music Awards de 1995: The Way You Make Me Feel, Black Or White e Billie Jean.


Depois disso, Michael Joseph Jackson começou a apresentação mais chocante - em todos os sentidos - daquele concerto. Era a música Earth Song, lançada em 1995, no álbum HIStory. Parecia uma performance normal, até que uma ponte surge na frente do palco, se unindo em 3 partes. Era a denominada 'ponte sem retorno'. Michael sobe nela por um dos lados, enquanto fogos e estalos seguem seus passos. Ele chega no topo. Mais e mais explosões são acionadas. Os lados da ponte são separados, e o meio fica 'solto' no ar. Até aí, tudo estava ocorrendo como planejado.


"Os seguranças de Michael pareciam preocupados, e sem aviso nenhum o topo despencou do alto. Se ouve um estrondo, e deu para escutar Michael gritando um 'ooooooochhhh' de dor", relatou um fã que estava na plateia do show. "Só quem estava perto do palco notou tudo isso acontecer, para o restante do público foi apenas parte do espetáculo. Mesmo sofrendo, com a mão sangrando um pouco, Michael continuou a música até o fim, sem errar, nem mesmo trocar as letras: isso é que eu chamo de profissionalismo!"


Sua maquiadora e amiga Karen Faye confessou que entrou em pânico ao ver a ponte despencando na frente do palco: "Comecei a correr atrás do palco em pânico ao ver como a ponte desapareceu rapidamente para baixo da frente do palco, batendo diretamente no chão! Meu coração parou! Para mim, o tempo parou!".


Após o encerramento, com You Are Not Alone, o Rei do Pop foi levado ao hospital. Ele não sofreu nada grave, porém sua coluna foi danificada. Tudo isso só serviu para comprovar o quanto Michael amava os seus fãs, e dava o seu melhor para agradá-los.

E, para finalizar, uma revelação:
"Sabe, naquele momento a única coisa que eu ouvia na minha cabeça, era a voz de meu pai dizendo: Michael, não decepcione o público!" [MJ para Karen Faye]



Acidente:

http://www.youtube.com/watch?v=ibFEHVXnk9E


Outros vídeos:
Medley 'MJ e Friends - Munich'

You Are Not Alone 'MJ e Friends - Munich'

Comparação - O show que deu certo e o que deu errado


Depoimentos:
Fã que presenciou o acidente na platéia

Karen Faye, amiga e maquiadora



© 2010 – MJJ FC – Os direitos autorais do texto pertencem só e exclusivamente a seu autor. É unicamente dever do autor garantir a integridade do mesmo.